18 de set de 2015

Carta aberta a Ítalo Miranda

Prezado Sr Ítalo Miranda,

No último dia 15 deste mês eu tomei conhecimento de uma publicação sua em um grupo do WatsApp onde o Sr faz referência a minha pessoa. Eu não costumo responder a esses comentários rasteiros e desprovidos de qualquer argumento que, minimamente, contribuam para o debate no campo das idéias, entretanto, resolvi esclarecer-lhe algumas coisas porque levei em conta a sua condição de analfabeto funcional.

Em seu comentário o Sr afirma que a Sra " Cirene virou notícia no Blog do Abestadinho", provavelmente referindo-se à matéria do Blog do Arretadinho intitulada Aclamada chapa única do Conseg", de minha autoria, onde descrevo em animus narrandi a aclamação da chapa única do Conseg urbano do Gama. Este é o seu primeiro equívoco, sequer o nome da referida Sra é citado na matéria e ela não poderia "ter virado notícia" porque o assunto que trata o texto é a aclamação da chapa única. O seu segundo equívoco foi afirmar que eu a chamei de rorizista. O que eu descrevo é que o grupo que lá compareceu com a clara intenção de tumultuar o processo "tentou a velha e carcomida estratégia rorizista..."

Mais adiante o Sr afirma que "Quando eu vejo um comunista como esse falando de uma líder comunitária..." Pela terceira vez o Sr equivocou-se, a minha narrativa descreve apenas a verdade dos fatos ocorridos, que pode ser facilmente constatado com as pessoas que lá compareceram.

O seu comentário termina afirmando que "Enquanto ele fica nos botecos virando alguns copos ! E para ele isso é normal !". Ora Sr Ítalo, faça-me o favor, quanta desfaçatez! Em primeiro lugar a minha vida social não lhe diz respeito, porque não dependo de nenhuma capitalização monetária oriunda de sua conta bancária para bancá-la e, em segundo lugar, já que o Sr não acha "normal" o consumo de bebidas alcoólicas, por que o Sr não interrompe a venda delas em seu estabelecimento comercial?

Todos temos o direito e o dever de ter opinião e mesmo que eu não concorde com a sua, eu vou defender o seu direito de expressá-la, entretanto, ficar opinando sobre a vida social de uma pessoa só porque não concorda com ela é, no mínimo, ser infantil.

Sugiro que quando o Sr voltar a ler alguma matéria no Blog do Arretadinho o faça com mais atenção, para que o seu entendimento seja pleno.

P.S. Sugiro também que faça uma pesquisa rápida sobre o significado de "analfabeto funcional", antes de tirar conclusões precipitadas.

Passar bem!!
Joaquim Dantas


Postar um comentário