3 de mai de 2016

Câmara convoca secretária de Segurança do DF para explicar denúncias

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES
Márcia de Alencar terá de esclarecer denúncias do Metrópoles de uso de viatura para fins particulares e nomeação de ex-empregada doméstica em seu gabinete

por Ary Filgueira

A Comissão de Segurança da Câmara Legislativa aprovou nesta segunda-feira (2/4) o requerimento para convocação da secretária de Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal, Márcia de Alencar. Agora, o requerimento terá de ser lido em plenário, quando será definida a data em que a titular da pasta irá à Câmara. Ela vai se explicar sobre as denúncias publicadas pelo Metrópoles na última semana.

Em uma das reportagens, foram flagradas viaturas descaracterizadas usadas para levar e buscar na escola familiares de Márcia de Alencar. Em outra matéria, o portal constatou que a secretária nomeou uma ex-doméstica para trabalhar em seu gabinete.
A convocação de Márcia foi decidida há pouco na reunião da comissão. Por dois votos a favor  – de Robério Negreiros (PSDB) e de Bispo Renato (PR) –  e um contra, a proposta acabou aprovada. O deputado Roosevelt Vilela (PSB), que é da base do governo e do mesmo partido de Rodrigo Rollemberg, defendeu que Márcia fosse apenas convidada pelo colegiado a prestar esclarecimentos e não convocada.

Com a aprovação do requerimento na Comissão de Segurança, a secretária fica obrigada a comparecer à reunião. Segundo a Lei Orgânica do DF, ela pode responder por crime de responsabilidade caso se recuse a falar.

Convite
Na quarta-feira (27/4), os deputados tentaram aprovar um requerimento no plenário da Casa para convocá-la, mas a proposição, de autoria dos deputados Wellington Luiz e Rafael Prudente, ambos do PMDB, acabou rejeitada. Na ocasião, o líder do governo, deputado Júlio Cesar (PRB), decidiu que a secretária seria convidada a falar com os parlamentares. Márcia de Alencar aceitou o convite e deve ir à Câmara em 5 de maio.
Postar um comentário