23 de nov de 2016

Chico Buarque retira música do “Roda Viva” após entrevista com Temer

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES
O músico disse se sentir desconfortável com a linha editorial do programa. Oficialmente, o programa alega reestruturação
A TV Cultura anunciou, nesta quarta-feira (23/11), que a música “Roda Viva” de Chico Buarque, após nove anos, não será mais utilizada na abertura do programa de entrevistas de mesmo nome. A decisão foi tomada depois de o compositor carioca expressar desconforto com a participação do presidente Michel Temer na atração.

Oficialmente, a emissora afirma que a mudança se deve a uma reformulação. “A TV Cultura, em comemoração aos 30 anos do ‘Roda Viva’, recentemente, reformulou todo o pacote gráfico e vinhetas do programa. Agora, dentre as ações já previstas de atualização da atração, passa a ter nova trilha sonora a partir desta segunda-feira (28/11)”, informou o canal.

No entanto, segundo informações do UOL, a canção teria sido retirada da abertura do “Roda Viva” a pedido de Chico Buarque.

A polêmica começou após a entrevista com Michel Temer, exibida em 14 de novembro. Nas redes sociais, o grupo “Jornalista Livres” lançou um apelo para que Chico proibisse o uso da música em protesto à linha editorial do programa. Em seguida, o compositor emitiu um comunicado confirmando o desconforto.

“Que ele tem um certo desconforto de ver a música dele em um programa que, nas últimas edições e já há algum tempo, é bastante diferente e desvirtuado do programa original, ele sente”, disse a assessoria de imprensa de Chico Buarque, após a confusão.

Chico Buarque foi um dos artistas mais engajados na campanha contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ele expressou apoio à petista diversas vezes. Inclusive assistiu pessoalmente ao depoimento dela em sessão no Senado Federal.

do Portal Metrópoles
Postar um comentário