7 de mai de 2015

Polícia prende dois suspeitos de chacina de torcedores

Polícia prendeu um PM e um ex-PM.
Alvo da dupla seria Fabio Neves Domingos (foto)
Reprodução Facebook
Polícia prende dois suspeitos em chacina de torcedores do Corinthians
A Justiça decretou a prisão temporária de dois suspeitos de participarem da chacina que vitimou oito torcedores do Corinthians na sede da Pavilhão 9, organizada do clube, em abril. A informação é da Rede Globo. Um dos detidos é policial militar. O outro já pertenceu à corporação.

De acordo com as investigações pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o PM e o ex-PM tinham como alvo um dos mortos Fábio neves Domingos. O motivo seria uma suposta dívida com drogas. Os dois têm prisão temporária de 15 dias.

Os outros sete torcedores foram mortos por estarem juntos com Fábio Neves Domingos, concluiu os policiais. Quatro dos mortos tinham passagem pela polícia.

Fábio Domingos já teve passagem por tráfico de drogas e esteve preso com outros 11 corintianos na Bolívia, por ligação na morte do boliviano Kevin Espada, durante jogo do Corinthians pela Libertadores de 2013.

A chacina aconteceu na sede da Pavilhão 9, que fica embaixo da Ponte dos Remédios, perto da Marginal do Tietê, na zona oeste. Três pessoas usando capuz, mas com o rosto descoberto, entraram armadas e mataram os oito homens. Quatro conseguiram fugir - entre eles, um faxineiro, poupado pelos criminosos.

Outras pessoas teriam participado da chacina na Pavilhão 9. A suspeita é de que duas motos tenham ficado estacionadas em pontos cegos de câmeras de vigilância, instaladas em postos de gasolina perto da sede da Pavilhão 9, para dar cobertura aos criminosos.

Do UOL, em São Paulo
Postar um comentário