13 de fev de 2016

Dirigente do PCdoB é assassinado no Pará


O presidente do PCdoB de São Domingos do Araguaia (PA), Luis Antonio Bonfim, foi assassinado nesta sexta sexta feira (12). 

A direção estadual dos comunistas repudiou o crime e cobrou rigorosa apuração.

O presidente do PCdoB de São Domingos do Araguaia, Luis Antonio Bonfim, foi vítima de uma execução brutal quando comprava pão em uma padaria de sua cidade.


Segundo Paulo Fonteles Filho, dirigente do PCdoB-PA, "o ódio dos assassinos se revela na medida em que todos os seis tiros do tambor da arma acertaram a cabeça do dirigente comunista". Fonteles lembra ainda que a cidade de São Domingos situa-se na região onde ocorreu a Guerrilha do Araguaia, entre 1972 e 1975, e  que Bonfim liderava uma ocupação na região do 'Tabocão', em Brejo Grande do Araguaia (PA).

A direção estadual do PCdoB no Pará emitiu nota repudiando o crime, cobrando das autoridades pararenses rigorosa apuração e se solidarizando com a famiia de Luis Bonfim.

Leia a íntegra da nota do PCdoB-PA:

Nota de repúdio
 O Partido Comunista do Brasil - Pará, vêm a público repudiar o crime violento que ceifou, no dia 12 de fevereiro de 2016, a vida do Presidente do PCdoB de São Domingos do Araguaia Luiz Antônio Bonfim.

O camarada Luiz Bonfim foi mais uma das inúmeras vítimas da violência que há muito campeia nosso Estado, colocando em descrédito a política de segurança pública do Estado.

Exigimos ao Governo do Estado do Pará para que envide, por meio da Secretaria Estadual de Segurança Pública, todos os esforços necessários à apuração dos fatos que resultaram na morte de Luiz Bonfim, visando à prisão dos respectivos criminosos.

Por fim, expressamos profundos sentimentos de pesar e nos solidarizamos com a família enlutados.

Secretariado do Comitê Estadual do PCdoB - Pará
Postar um comentário