28 de jan de 2017

Autoritarismo na Associação da Feira Azul do Gama

Jairo "Brasileiro" Mendonça Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Jairo "Brasileiro" Mendonça
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
A Associação dos Feirantes da Feira Azul do Gama desrespeita os associados. Os feirantes da praça da alimentação contrataram Jairo Mendonça para tocar à partir das 12h deste sábado (28), mas chegando ao local o músico gamense encontrou outro músico preparando-se para iniciar a sua apresentação. 

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Procurado por Jairo para esclarecer o que estava ocorrendo, o representante da associação disse que contratou o músico que estava no local sem consultar os feirantes da praça da alimentação, que são os responsáveis pelo pagamento do cachê dos músicos que apresentam-se no local.

Quem contratou Jairo Mendonça foram os feirantes da praça da alimentação, que não gostaram nem um pouco da atitude arbitrária e autoritária do representante da associação.

Tentando minimizar o constrangimento, Jairo propôs ao músico contratado em duplicidade, fazer o primeiro bloco e o dito cujo faria o segundo, por tratar-se de estilos diferentes, mas o tal músico ficou irredutível e não aceitou a proposta.

Parece que o estilo golpista e autoritário de gestão chegou à Feira Azul do Gama.

O fato é que Jairo Mendonça foi quem ficou com o prejuízo financeiro, porque deixou de apresentar-se em outro local, ficou também com o prejuízo moral, porque inúmeras pessoas foram almoçar na feira para prestigia-lo e encontraram em seu lugar um camarada que eu não considero músico, porque estava com um teclado "automático" cantando "eu não sei se dou na cara dela ou bato em você", puro lixo!

Editado às 15:18h
Postar um comentário