4 de fev de 2017

Procurador pede morte de Marisa no Facebook e depois apaga o perfil

Procurador Rômulo Paiva deletou primeiro as publicações
com conteúdo de ódio. A repercussão negativa
foi tão grande que depois ele apagou todo o perfil do Facebook

  • "Morre logo, peste! Morra em agonia, desgraçada. Quero abrir o champagne". Procurador de Justiça que pediu a morte de Marisa Letícia no Facebook deletou a conta após a repercussão negativa da publicação. Corregedoria-Geral do Ministério Público anuncia abertura de investigação contra Rômulo Paiva Filho

Não foram apenas representantes da classe médica e comentaristas de grandes portais que chocaram o Brasil por protagonizarem ações inescrupulosas em relação ao estado de saúde e a morte de Marisa Letícia.

Uma mensagem publicada pelo procurador de Justiça de Minas Gerais, Rômulo Paiva Filho, foi tão despudorada que nem mesmo os seus amigos foram capazes de apoiá-lo ou de tentar apresentar alguma justificativa.

Ao saber que a ex-primeira-dama encontrava-se em estado irreversível, Rômulo Paiva, Membro do Ministério Público de Minas, reproduziu uma matéria da Globo/G1 em seu perfil pessoal acompanhada da seguinte legenda: “Morre logo, peste! Quero abrir logo o meu champagne!”
Dias antes, no último 31 de janeiro, o procurador também fez uma publicação desprezível, compartilhando outra notícia sobre a saúde de Marisa Letícia. “Não foi ela quem mandou os coxinhas enfiarem a panela no c*? Morra em agonia, desgraçada!”

A conta de Rômulo no Facebook, onde os textos foram publicados, foi deletada às 18h desta sexta-feira (3).

A Corregedoria-Geral do Ministério Público de Minas Gerais anunciou abertura de investigação sobre a conduta do procurador de Justiça do estado. O órgão informou ainda que tomará as providências cabíveis.

Dilma Rousseff
Em agosto de 2016, na abertura dos jogos olímpicos, Rômulo faz outra publicação que incita o ódio.
“Quem vai acender a pira olímpica? Eu sugiro dar um banho de gasolina na Dilma, tacar fogo com a tocha e mandar ela correr em direção à pira. Que tal?”.
Nas eleições de 2014, em seu perfil no Facebook, o procurador fez campanha para o então candidato, Aécio Neves.

Marisa Letícia
Dona Marisa Letícia foi internada no Hospital Sírio-Libanês em São Paulo após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. Ela teve morte cerebral decretada nesta quinta-feira (2). Após mais uma bateria de exames, sua morte oficial foi anunciada nesta sexta-feira (3).

por Pragmatismo Político
Postar um comentário