17 de abr de 2015

Governo neoliberal de PE deixa 650 mil alunos sem aula

Foto: @jc_pe / Twitter
Governador esquece promessa de campanha e professores pernambucanos entram em greve

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Desde que resolveu se agasalhar sob as asas dos tucanos, o Partido Socialista Brasileiro, PSB, deveria mudar de nome por ter assumido todas as práticas neoliberais para governar. Uma dessas práticas está sendo utilizadas com os professores pernambucanos, que estão em greve desde o último dia 13.

Durante a campanha eleitoral de outubro de 2014, o governador Paulo Câmara prometeu mundos e fundos aos eleitores. Uma de suas promessas foi o reajuste de 100% no salário dos professores da Rede Estadual de Ensino que, em quase sua totalidade, ajudaram a levá-lo ao Palácio do Campo das Princesas.

Na manhã desta sexta-feira (17) os professores seguiram em passeata no sentido Olinda/Recife com um carro de som, faixas e até mesmo um boneco do governador Paulo Câmara. Eles devem seguir para a vice governadoria, localizada na Avenida Cruz Cabugá, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. 

A principal reivindicação dos mestres é o reajuste de 13,01% para toda a categoria. Uma Lei estadual vai conceder esse percentual de aumento apenas para quem tem nível médio, antigo magistério.
Postar um comentário