25 de abr de 2015

Jairo Mendonça recebe amigos em seu aniversário

Jairo e Ritinha Mendonça
O músico Jairo Mendonça recebe  os amigos em sua casa para comemorar seu aniversário

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Uma festa muito concorrida aconteceu na noite desta sexta-feira, 24, no Gama. O músico Jairo Mendonça recebeu os amigos em sua casa para comemorar os seus 34 anos de vida, ao lado de sua companheira, Ritinha Mendonça e não economizaram esforços para receber todos com muito carinho e atenção, sem falar nos deliciosos quitutes que ofereceram.

Músicos, professores, atores e militantes políticos foram maioria na ocasião, como a jovem Thamiris Silva, diretora de finanças da União da Juventude Socialista, UJS/DF. Júnior Canhoto comandou a banda que tocou o melhor da música popular brasileira, que conseguiu cumprir sua tarefa tirando todo mundo de suas cadeiras.

O professor Paulão animou a galera
Quem animou a galera também foi o professor Paulão que interpretou sambas famosos e hits como "eu vi mamãe Oxun na cachoeira". Paulão ingressou nas fileiras do Partido Comunista do Brasil, PCdoB, durante a realização do I Sarau do Trabalhador na Feira Permanente do Gama em 2014. A sua ficha de filiação ao partido foi assinada por ele no local onde o sarau estava sendo realizado.

Jairo é um militante cultural no Gama há muitos anos e em inúmeros momentos ele se destacou, como o show "Um Canto e Um Cordel" que ele produziu em parceria com o poeta matuto Cumpadi Anselmo, em 2013.

No estilo "O Grande Encontro", que nos anos 90 reuniu os principais nomes da Música Popular Brasileira no mesmo palco, Jairo e Anselmo dividiram as atenções com os principais e mais importantes nomes do movimento cultural do Gama.


Cleysson Batah, Vane Mendes - Companheira do saudoso Carlinhos Piauí, Walter Sarça, Paulo Avelino, José Garcia Caiano e Pedro Mendonça foram alguns dos que abrilhantaram as noites deste último final de semana, música de excelente qualidade e poesia plural que encantaram ao público presente.
Eu e Thamiris Silva, diretora da UJS
O Teatro de Bolso Galpãozinho, onde foi realizado o show, recebeu um poeta que é respeitado e admirado na cidade, não só pela qualidade do que escreve mas, também, pela militância em defesa da cultura popular.

Chico do Gama declamou um poema de sua autoria em que homenageia Carlinhos Piauí, falecido neste ano de 2013. Também declamou o poema "Lá vai a moça", de autoria do Professor Olímpio Lourenço.

A impecável apresentação de Jairo Mendonça e Banda foi um dos pontos altos do show nas duas noites. Acompanhado pelo maestro Martinho Pereira no baixo e pelo mestre Bôca na bateria, Jairo interpretou canções de sua autoria e dos principais autores nacionais como, por exemplo, Edvaldo Santana.

Jairo e Ritinha Mendonça com as professoras Madalena
Coati (esquerda) e Neurilene Carvalho
Eventos dessa qualidade devem ser estimulados pelo poder público, principalmente porque se trata de artistas  filhos da terra, que concebem em toda sua essência a cultura local, com suas particularidades e diversidades. "Assisti a uma entrevista da dupla Cajú e Castanha", me conta Jairo, "em que o entrevistador pergunta como a dupla classificava sua música e por que usavam um pandeiro. Eles responderam que usavam pandeiro porque era o instrumento mais barato que podiam ter acesso e que a embolada está para o Brasil como o Rap está para os guetos americanos. Não temos a menor necessidade de importar cultura externa, a nossa diversidade cultural e imensa." conclui Jairo Mendonça.

Intercalando as apresentações em atos, Cumpadi Anselmo recitava seus "causos matutos" com a desenvoltura e competência que lhe são peculiar. Com os versos de autores como Jessier Quirino, Anselmo arrancou muitas gargalhadas e aplausos do público, como no "causo" intitulado "Ataque Cardioco"

Quem sabe possamos ter esse show incluído na agenda do FAC, Fundo de Apoio a Cultura, para que outras cidades possam ter a oportunidade de assistir tão esmerado trabalho.

A festa em comemoração do aniversário de Jairo Mendonça, começou por volta das oito da noite e terminou por volta das três da madrugada.
Postar um comentário