1 de abr de 2015

Segurança hostiliza deficiente no Restaurante Comunitário do Gama

Um segurança do Restaurante Comunitário do Gama hostilizou deficiente que reclamou de pombos

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Um dos seguranças que presta serviço no Restaurante Comunitário do Gama, hostilizou um deficiente físico, na tarde desta quarta-feira (01), por ter reclamado da grande quantidade de pombos no local. Visivelmente contrariado o cidadão pedia que fosse tomada uma providência, porque os pombos transmitem várias doenças e sobrevoavam os pratos.

Os dois seguranças se colocaram próximos ao cidadão que reclamava e assumiram aquela pose tradicional de intimidação, com os braços cruzados. Foi aí que um dos seguranças, de forma hostil e intimidatória, falou para ele parar de reclamar e que "a culpa não é nossa".

A atitude do segurança desagradou a quem presenciou a cena e irritou uma outra pessoa que, aos gritos, dizia que "está errado mesmo, isso é uma esculhambação, não tem que se calar não". Como os seguranças continuaram em posição intimidatória, um dos funcionários da cozinha intermediou o conflito e acompanhou os insatisfeitos até a porta.

Questionado sobre o motivo da confusão, o segurança reafirmou que "a culpa desses pombos estarem aqui não é da gente" e concluiu dizendo que "a culpa de ter pombos aqui é das pessoas que não recolhem seus pratos com resto de comida, se eles recolhessem não teriam pombos", disse ele apontando para um bandeja deixada sobre uma das mesas. Nem vou comentar essa declaração...

O governo Rollemberg já avisou que vai reprimir manifestações e protestos, ordenando que a Polícia Militar do DF aja com mais rigor, será que também está orientando às empresas terceirizadas que prestam serviço ao GDF, que seus seguranças intimidem a quem reclamar?

Esta não é a primeira vez que abordamos o tema de pombos aqui no Blog que, a cada dia, torna-se um problema maior. No dia 02 de maio de 2013 publicamos uma matéria intitulada, Restaurante Comunitário do Gama engana clientes, que abordou o problema da quantidade de proteína servida era menor que a especificada, juntamente com a questão dos pombos.

Em 27 de janeiro último publicamos a matéria "Enquanto isso, no "Roriz Grill" e voltamos a abordar o problema dos "ratos voadores". Na ocasião dissemos que era um constrangimento, no mínimo, ter que almoçar com aquela enorme quantidade de pombos disputando seu prato com você. 

Em 2014, após denunciar a invasão de pombos no local, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano e Social e Transferência de Renda, SEDEST, informou-nos que os pombos estão protegidos por Lei Ambiental e não podem ser abatidos.

As patologias causadas por pombos:

Criptococose:
doença causada pelo fungo Cryptococus neoformans. É transmitida pela inalação da poeira contendo fezes secas de pombos e canários. Compromete o pulmão e pode afetar o sistema nervoso central, causando alergias, micose profunda e até meningite subaguda ou crônica. Seus sintomas são: febre, tosse, dor torácica, podendo ocorrer também dor de cabeça, sonolência, rigidez da nuca, acuidade visual diminuída, agitação e confusão mental.

Histoplasmose:
transmitida pela inalação do esporo do fungo Histoplasma apsulatum encontrado em fezes secas de pombos e morcegos. Causa uma micose profunda e seus sintomas variam desde uma infecção assintomática até febre, dor torácica, tosse, mal estar geral, anemia, etc. É uma doença que vai depender do estado de saúde do indivíduo, podendo assim se desenvolver ou não.

Salmonelose:
ausada pela ingestão de ovos ou carne contaminados pela bactéria Salmonella sp presente nas fezes de pombos e outros animais. Gera uma toxinfecção alimentar com sintomas como febre, diarréia, vômitos, e dores abdominais. Suas fezes, em contato com alimentos como verduras, frutas, podem acarretar nessa doença.

Ornitose: 
também conhecida como psitacose, é transmitida por via oral por meio da poeira contendo as fezes secas de aves (pombo, arara, papagaio, perus) e infectadas pela Chlamydia psittaci. O indivíduo infectado pode apresentar febre, vômito, calafrio, mialgia, tosse, cefaléia, acompanhados por comprometimentos das vias aéreas superiores e inferiores. Essa doença é oportunista, isto é,depende do estado de saúde do indivíduo.

Dermatites: 
parasitose causada pelo piolho do pombo (ácaros, Ornithonyssus sp.), que provoca erupções na pele e coceiras semelhantes às de picadas de insetos.

Alergias: 
ocasionadas pela inalação de penugens de pombos ou de um ar rico em poeira das fezes dos pombos. Pode causar rinites, ou crises de bronquite em pessoas sensíveis.
Postar um comentário