27 de dez de 2015

China aconselha EUA a cuidar de seus próprios problemas

Foto: East News/Associated Press
O Ministério das Relações Exteriores da China exortou quinta-feira os EUA a cuidar dos problemas de violação dos direitos humanos no seu próprio país e a abster-se de intromissão nos assuntos internos dos outros países assumindo, sob o pretexto de defesa destes direitos, o papel de juiz.
Da Rádio Voz da Rússia

“A China é um Estado de direito. Promovemos processos na base da lei. Exortamos os EUA a cuidar das violação dos direitos humanos no seu próprio país e a abster-se da intromissão nos assuntos internos dos outros Estados assumindo, sob o pretexto de defesa dos direitos humanos, o papel de juiz e violando a soberania e a independência dos outros países”, declarou a representante oficial do ministério das Relações Exteriores da República Popular da China, Hua Chunying, ao comentar a declaração do Secretário de Estado John Kerry.

A agência Sputnik informou anteriormente que o secretário de Estado Norte-Americano John Kerry tinha exortado as autoridades chinesas a pôr em liberdade o preso político Liu Xiaobo, laureado com o Prêmio Nobel da Paz. Jonh Kerry declarou na ocasião que os EUA continuam profundamente preocupados com a detenção de Liu Xiaobo e com a prisão domiciliar da sua esposa Liu Xia.
Postar um comentário