22 de fev de 2016

Para Eva Wilma, campanha contra Lula é “caça às bruxas”

Em entrevista ao site Brasil 247, a atriz disse ser preciso "respeitar Lula". Ela enfatizou que o ex-presidente "foi uma pessoa muito importante na anistia"
A atriz Eva Wilma saiu em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista ao site Brasil 247. Na avaliação da atriz, a campanha feita contra o petista é uma “caça às bruxas e uma inquisição”.

“Estamos voltando a uma inquisição por enquanto sem violência. A violência é só verbal e emocional”, disse.

“Tem que respeitar Lula”, disse Eva, ao enfatizar que o ex-presidente “foi uma pessoa muito importante na anistia”. Além disso, a atriz reforçou que o passado de Dilma Rousseff, durante a ditadura, ressalta a competência política da presidenta. Ela ainda disse não concordar com o processo e impeachment aberto contra a presidenta.

A atriz relembrou que passou por duas ditaduras. Na primeira, ela lembra ser muito criança. No entanto, na segunda, Eva diz ter sido “engajada e consciente politicamente”. “O terror chegava aos nossos ouvidos. Desde 68 a gente tomou acontecimento do que estava acontecendo e que era muito, muito, muito grave”, lembrou a atriz. 

“A gente não chamava de anos de chumbo, não, a gente chamava de anos de terror. Era um terrorismo o que faziam com as cabeças pensantes”, completou Eva Wilma.

Durante a conversa com o portal, Eva criticou as pessoas que pedem pela volta da ditadura. Para ela, os que querem a ditadura são “doentes e ignorantes”.  “Isso aí é insuportável! Insuportável, são cabeças doentes! Ignorantes e doentes! Não têm o menor conhecimento!”, criticou.

Da Redação da Agência PT de Notícias
Postar um comentário