30 de mar de 2016

“Flávio Dino tem coragem e defende o que acredita”

O líder do governo Rogério Cafeteira destacou a
transparência e a coragem do governador Flávio Dino
“Flávio Dino tem coragem e defende o que acredita”, diz Rogério Cafeteira sobre impeachment
O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSC), disse, na sessão desta terça-feira (29), ao rebater críticas da oposição, que, em relação à opinião do governador Flávio Dino (PCdoB) sobre a celeuma do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), é desrespeitoso não levar em consideração a trajetória percorrida por ele no Maranhão, como juiz de carreira e que já ocupou cargos importantes antes de ser eleito.

Rogério Cafeteira disse que é preciso respeitar a opinião política de um governador que é jurista e um conhecedor das leis. Afirmou também que Flávio Dino tem coragem de dizer o que pensa em meio a essa celeuma política,  onde tantos estão se afastando do PT e da presidente Dilma por conveniências. O governador vem se manifestando contra o impeachment.

Para o líder do governo, Flávio é autêntico e não esconde as suas posições,  apesar de não ter tido o devido apoio político do PT no Maranhão quando foi candidato.

Uma abordagem e análise coerente.

Homem de posição
Flávio Dino é um homem de posição.  Ele vai até o fim. Isso serve também para que o ex-presidente Lula e Dilma reflitam, realmente, sobre o que é companheirismo político. Hoje ele é um dos poucos governadores que ainda vai para o “tudo ou nada” em defesa da Dilma. Isso deveria ser mais valorizado, afinal é uma atitude  corajosa e perigosa neste momento. Cadê Sarney e sua filha Roseana que tanto usufruíram do PT? Onde é que eles defendem?

“O governador poderia ser criticado se não tivesse coragem para defender suas convicções. Se ele fosse oportunista, lavaria as mãos. Colocaria-se numa posição neutra e deixaria o barco correr. Mas ele tem coragem e defende o que acredita”, destacou.

BR-135 e prefeituras
Rogério disse também que os problemas pelos quais passam a BR-135 são muito antigos e que, se dependesse de prestígio político, já estaria duplicada até a capital piauiense, pois a relação política entre o governo federal e os governos anteriores garantiria o repasse dos recursos necessários para garantir as obras

Após ouvir o discurso do deputado Edilázio Junior (PV), o parlamentar fez ponderações sobre a acusação de protecionismo do governador aos prefeitos aliados e lembrou que é insensato falar isso, pois o que se tem visto são várias ações espalhadas por todas as regiões do Estado, e citou como exemplo o Programa Mais Asfalto que tem beneficiado mais de 100 municípios maranhenses.

Cafeteira falou ainda que ao tratar dos números do turismo e do desemprego no Estado, a oposição esquece que o cenário de retração atinge todo o país, visto que a crise é nacional e o repasse de verbas federais que alimentam esses e outros setores da economia estão reduzidos em função do atual momento.

Do blog da Sílvia Tereza
Postar um comentário