21 de mai de 2016

Conseg se reúne no Gama para ouvir comunidade

Foto Joaquim Dantas
Foto Joaquim Dantas
Conselho de Segurança do Gama se reúne para acolher demandas da comunidade

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O Conselho Comunitário de Segurança do Gama, Conseg, reuniu-se na noite desta sexta-feira (20) na Escola Classe 28, na Vila Roriz, para ouvir a comunidade local e acolher as demandas da área de Segurança Pública.

Além da diretoria do Conselho e da população, participaram da reunião os responsáveis e representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Agefiz,  Detran, Conselho Tutelar, a administradora da cidade, entre outros.

 O órgão mais requisitado pela população foi a Polícia Militar, que ouviu da população inúmeras queixas quanto a badernas noturnas, consumo e tráfico de drogas na Vila Roriz.

Um fato grave foi denunciado por um morador ao comandante do 9º Batalhão da PM. Segundo o morador, recentemente traficantes de drogas fizeram ameaças à direção do Centro de Ensino Médio 2, que estava incomodada com a grande movimentação da atividade ilegal nas imediações da escola. As ameaças obrigaram a direção do CEM 2 a suspender as aulas e dispensar os alunos naquele dia.
Foto Joaquim Dantas
Foto Joaquim Dantas

O comandante do Batalhão afirmou que fatos como este é inadmissível que tenha acontecido sem a intervenção da PM, que iria apurar o caso e que na próxima reunão do Conselho daria uma resposta à comunidade.

Mais dua reclamações foram feitas por moradores. A primeira foi a de que alguns policiais tem reclamado que os oficiais da corporação não se empenham com afinco para cobrar do governo melhores equipamentos e condições de trabalho para a tropa. O comandante afirmou que esta reclamação é infundada e que, segundo sua experiência profissional, "quem faz este tipo de reclamação são policiais que não gostam de trabalhar", afirmou o oficial salientando que esses profissionais da Segurança Pública são uma minoria.

A segunda reclamação foi quanto aos assaltos que estão ocorrendo nas imediações do Hospital Regional do Gama, principalmente a pacientes e acompanhantes que, enquanto aguardam atendimento, dirigem-se à área externa do hospital para fazer um lanche e são assaltados por marginais. O comandante afirmou que irá realizar ações no local para inibir a ação dos bandidos.

A próxima reunião está agendada para o dia 10 de junho.
Postar um comentário