23 de nov de 2016

Governo coloca a PM para acabar com vigília de aposentados no Buriti


Por André Barreto em sinprodf.org.br

Professores(as) aposentados(as) participantes da vigília no Palácio do Buriti foram cercados – nesta quarta-feira (23) – pela Polícia Militar, que tenta acabar com a manifestação pacífica.

Sem argumentos ou disposição para negociar, a PM – por orientação do GDF – está impedindo que alimentos básicos cheguem aos(as)  aposentados(as) que realizam vigília no Palácio do Buriti. A ordem também é a de não deixar a volta daqueles(as) que saírem do acampamento por alguma razão, e asfixiar o movimento.

No entanto, a diretora da Secretaria de Assuntos de Aposentados do Sinpro, Sílvia Canabrava, disse que “não há a menor disposição em deixar o local”.

A ideia da vigília – iniciada na segunda-feira (21) – é fazer com que o governo apresente uma proposta sobre o pagamento da pecúnia daqueles que se aposentaram em 2015 e 2016. Desde de julho de 2015 a categoria tenta negociar com o GDF o pagamento desses passivos, em vão. E o número de afetados pelo não pagamento só aumenta, vez que todos os meses mais educadores se aposentam.

Postar um comentário