7 de abr de 2017

Unidade progressista derrota direita nas eleições do DCE da UnB

Unidade progressista derrota direita nas eleições do DCE da UnB
A chapa "Todas as Vozes", que uniu setores progressistas contra a força política da direita estabelecida na gestão há sete anos, venceu a eleição do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Brasília (UNB) na noite desta quinta-feira (6), com 7017 votos. 

A disputa para a direção do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Honestino Guimarães teve a maior votação da história da Instituição de Ensino.

Além na nova diretoria à frente do DCE durante 2017 a eleição escolheu também a Representação Discente nos Conselhos Superiores, ou seja, os estudantes que participam dos órgãos colegiados daquela instituição, como por exemplo, o Conselho Universitário (Consuni), Conselho de Pesquisa e Extensão, Conselho de Administração e o Conselho Comunitário.

A disputa acirrada, entre um projeto liberal e uma coalizão de estudantes organizados e independentes que defendem o desenvolvimento nacional e a Educação Pública, movimentou os estudantes da UnB em um processo eleitoral que durou quase um mês com a realização de diversos debates entre as chapas e resultou em uma mobilização recorde.

“Essa vitória na UnB foi mais uma prova de que com unidade e mobilização é possível derrotar o projeto neoliberal de universidade, apresentando uma proposta de uma universidade crítica e emancipadora”, destacou o diretor da UNE, e estudante da UnB, Iago Montalvão.

Para Iago, no ano em que o eterno presidente da UNE, Honestino Guimarães, que dá nome ao DCE, faria 70 anos a participação recorde dos estudantes no movimento estudantil na sua universidade natal não deixa de ser especial. O ex-presidente da UNE foi perseguido, sequestrado, torturado e assinado pela Ditadura Militar em 1973. “ A vitória é da democracia, uma homenagem ao nosso grande ex-presidente”, destacou Iago.

Resultado oficial das eleições do DCE da UNB

Para gestão do Diretório Central dos Estudantes – Honestino Guimarães
Chapa 1 – Aliança Pela Liberdade: 4809
Chapa 2 – Todas as Vozes: 7017
Brancos e Nulos: 333

Para Representação Discente nos Conselhos Superiores
Chapa 1 – 3906 votos
Chapa 2 – 6723 votos
Chapa 3 – Apocalipse Neoliberal : 830 votos
Brancos e nulos: 564 votos

TOTAL DE VOTOS NA ELEIÇÃO: 12.125

do Vermelho, Com UNE

Postar um comentário