13 de mai de 2017

Escola sem partido

Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Tio Stradivárius hoje vai explicar a evolução do PT, não o partido, porque a escola pós moderna, e quase falei pós Temer, golpe e bancada de evanjegues, não pode mais fazer abordagem política em sala de aula, fere os cânones da epistemologia dos eunucos mentais.
Assim, me aterei a uma corrente de pensamento, daninha, perniciosa, pecaminosa, que põe em risco a família, a propriedade privada e a audiência da Globo.

Tudo começou lá nas cavernas, quando, supõe-se, conviveram o Homo neanderthalesis, pacífico, honesto, cristão, conhecedor da palavra, eleitor de Aécio e Bolsonaro, e o Homo sapiens, rebelde, predador, amante de passeatas e revoluções.

Por mais sábio, e daí sapiens, os petistas exterminaram o neanderthalenses, consumando o segundo crime da história humana, uma vez que o primeiro foi o assassinato do obreiro Abel pelo petista Caim, mas isso assim que saíram do paraíso, como era conhecida a ditadura divina: “Adão, você pode comer de tudo, menos a Eva” (Sacronésio 1:69), mas a musa do MBL, Movimento das Bundas Livres, não resistiu ao assédio da cobra, e como afirmou o silófoso Fócrates, soderam, e alguém dedurou pro STF do céu.

Seguindo a evolução humana, apareceu FHC, que na juventude tinha o apelido de Noé. 

Sabedor que os petistas dinamitariam a represa de Assuan, terra das pirâmides e onde Cleópatra também esbarrou numa cobra, do Júlio César, e se sodeu-se, como diria Paulinho da Forca, Noé construiu uma arca  fez nela entrar toda a fauna de honestos: Quimono, Botafogo, Caju, Justiça, Santo, Caranguejo, MT, Anão, Angorá, Boca Mole, Bolinha, Mineirinho, Vaqueiro... E roubaram por 40 dias e 40 noites, até que Noé soltou uma rola, que voltou com uma nota de dólar no bico, e Noé anunciou pra bicharada: a água está caindo mais rápido que o Temer, e assim o Brasil foi repovoado.

Hodiernamente, como diria Temer, o Breve, cumpre-se a profecia que diz: “E então, para derrotar em definitivo as hostes petistas, do mal, se levantará a falange do Paranaguay, com o seus anjos Youssef e Vavá Botox, os querubins Reto Bicha, Urinol e Francisquininho, comandados pelo arcanjo Apae, mais os exércitos maçons e fundamentalistas, ruralistas, contra o Jararaca, general máximo do petismo, tudo narrado por Galvão Bueno, com comentários de Karnal e Reynaldo Azevedo.

Findo o entrevero santo, a bancada evangélica será substituída pela macumbélica, não se ouvindo mais Amém, mas Saravá; Aleluia, mas eparrê, meu pai, restaurando-se a CLT, com os velhinhos se aposentando e o povo voltando a comer, trabalhar, estudar... Viver.

Agora que vocês estão bem informados podem ir para o recreio, comer coxinhas, e não se esqueçam da tarefa de casa: redação: no dia em que bodocó faltou pouco pra virar, mas o Jararaca segurou.

Professor Stradivárius Silva, filósofo, pastor e cartomante.
Rio, 12/05/2017.
Postar um comentário