24 de abr de 2015

Netinho desfilia-se do PCdoB

O Vereador Netinho de Paula anuncia sua desfiliação ao PCdoB

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O dublê de vereador e sambista paulistano Netinho de Paula, anunciou no último dia 9 a sua desfiliação do Partido Comunista do Brasil, PCdoB, de São Paulo. Na minha opinião, já vai tarde.

Particularmente nunca concordei com o partido que pessoas, como Netinho, Belo e Cadoca, peguem carona na legenda comunista para assumir um mandato eletivo, a história está aí para comprovar a ineficiência política dessas candidaturas, além de trazerem pouca ou nenhuma contribuição para a construção do socialismo.

No Distrito Federal tivemos o exemplo do mímico Miquéias Paz e do deputado distrital Chico Leite que, depois de elegerem-se pelo PCdoB, transferiram-se para o Partido dos Trabalhadores, PT, levando os votos dos comunistas. Isso sem falar no Ex-governador Agnelo Queiroz que, após receber apoio e investimentos por 28 anos, aventurou-se a governar o Distrito Federal e conseguiu duas façanhas: Ser o governador que mais fez pelo DF e, ao mesmo tempo, ser o governador com o maior índice de rejeição no país. Conseguiu também ser o único governador que não conseguiu chegar ao segundo turno de uma eleição com uma coligação com 16 partidos políticos.

Não estou afirmando que o Agnelo seja um a pessoa ruim ou desonesta, porque isso ele não é, mas o seu projeto pessoal de ser governador do DF o levou a entrar para uma legenda que é composta por diversas forças que, também, tinham candidatos próprios ao governo do DF. O resultado, na prática, não é difícil de imaginar. Para um bom entendedor, um pingo basta.

Quanto a saída do Netinho do partido, o PCdoB publicou uma nota comunicando o fato, confira:

Nota do Comitê Municipal do PCdoB de São Paulo

Acerca da desfiliação do vereador Netinho de Paula, o PCdoB do município de São Paulo vem a público declarar:

1) O vereador comunicou formalmente sua desfiliação do PCdoB no último dia 9 de abril.

2) Netinho de Paula sempre contou com o apoio do Partido para seus objetivos políticos. Foi eleito vereador por dois mandatos na cidade de São Paulo, contando para tanto com o empenho e os votos de todos os candidatos que compuseram a chapa; bem como candidato ao Senado da República, pré-candidato a prefeito, secretário municipal e candidato a deputado federal.

3) O PCdoB estuda as melhores formas para resguardar o Partido e seus interesses.

São Paulo, 23 de abril de 2015.
Secretariado Municipal do PCdoB de São Paulo
Postar um comentário