27 de mai de 2015

Cartolas são presos na Suíça por corrupção

José Maria Marin está entre os dirigentes presos na Suíça,
em operação por corrupção na Fifa
foto GETTY
Cartolas são presos na Suíça por corrupção, entre eles, o ex-presidente da CBF

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

A casa caiu para os cartolas da FIFA na madrugada desta quarta-feira (27). Uma operação especial das autoridades suíças, coordenada pelo FBI, prendeu em um hotel na Suíça, sete executivos importantes da entidade sob a acusação de corrupção, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, CBF. 

Amigo de Aécio Neves e ligado à cúpula dos tucanos, Marin está sendo acusado pelas autoridades de participar de um gigantesco esquema de corrupção. Segundo nota oficial do Departamento de Justiça norte-americano, 14 réus são acusados de extorsão, fraude e conspiração para lavagem de dinheiro, entre outros delitos, em um "esquema de 24 anos para enriquecer através da corrupção no futebol". Sete deles foram presos na Suíça. Além de Marin, Jeffrey Webb, Eduardo Li, Julio Rocha, Costas Takkas, Eugenio Figueredo e Rafael Esquivel. Um mandado de busca também será executado na sede da Concacaf, em Miami, nos EUA.

O brasileiro J.Hawilla, dono da Traffic, conhecida empresa de marketing esportivo, é um dos réus que se declararam culpados, assim como duas empresas de seu grupo, a Traffic Sports International Inc. and Traffic Sports USA Inc. Em dezembro de 2014, segundo a justiça dos EUA, ele concordou em devolver mais de 151 milhões de dólares, sendo que US$ 25 mi foram pagos na ocasião. As acusações são de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução de justiça.

Além de Hawilla, também se declararam culpados o norte-americano Charles Blazer, ex-secretário-geral da Concacaf e ex-representante dos EUA no Comitê Executivo da Fifa; Daryan e Daryll Warner, filhos do ex-presidente da Fifa, Jack Warner.

Veja a lista com os 14 acusados na investigação:

ALEJANDRO BURZACO, 50, argentino
AARON DAVIDSON, 44, norte-americano
RAFAEL ESQUIVEL, 68, venezuelano
EUGENIO FIGUEREDO, 83, uruguaio
HUGO JINKIS, 70, argentino
MARIANO JINKIS, 40, argentino
NICOLÁS LEOZ, 86, paraguaio
EDUARDO LI, 56, costarriquenho
JOSÉ MARGULIES, conhecido como José Lazaro, 75, brasileiro
JOSÉ MARIA MARIN, 83, brasileiro
JULIO ROCHA, 64, nicaraguense
COSTAS TAKKAS, 58, britânico
JACK WARNER, 72, trinitino 
JEFFREY WEBB, 50, caimanês

com informações ESPN
Postar um comentário