26 de jun de 2015

Delegado diz que redução é inversão de pauta

Delegado da Polícia Civil diz que redução da maioridades penal é inversão de pauta

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

A redução da maioridade penal é defendida pela grande mídia do Brasil e pela bancada da bala no Congresso Nacional, entretanto, juristas renomados, artistas, intelectuais e até delegados de polícia, posicionam-se contrários a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição, PEC, 171/1993.

É o caso do delegado da polícia civil do Rio de Janeiro, Orlando Zaccone. Ele é Diretor da LEAP Brasil (Law Enforcement Against Prohibition) e autor do livro “Indignos de vida: a forma jurídica da política de extermínio de inimigos na cidade do Rio de Janeiro”. Zaccone participou de uma série de documentários independentes, onde deixa claro que a redução da maioridade penal não vai reduzir a violência no país.

O delegado, entre outras coisas, afirma que o Brasil ocupa a 6ª posição no ranking mundial com os piores índices de homicídios praticados contra a criança e o adolescente e questiona porque esse dado não escandaliza ninguém.

Zaccone afirma ainda que, da totalidade dos crimes praticados por adolescentes, apenas 8% são de forma violenta e, do total de homicídios praticados no Brasil, menos de 1% são praticados por adolescentes.

O deputado federal Chico Alencar, Psol/RJ, também participou da série de documentários e citou a entrevista da filha do médico assassinado no Rio de Janeiro durante o roubo de sua bicicleta, que não mereceu destaque da grande mídia. Segundo o deputado a filha do médico disse que, embora o seu pai tenha sido assassinado, a redução da maioridade penal não diminuirá a violência, porque o seu pai foi vítima de uma vítima, que por sua vez, é vítima de outra vítima. Ou seja, o sistema capitalista, a desigualdade e a injustiça social, são os verdadeiros fomentadores da violência.


Confira o vídeo do delegado Zaccone:

Postar um comentário