26 de jun de 2015

Documentário revela os horrores da ditadura

Documentário revela violações cometidas pela ditadura contra indígenas e camponeses
O caso do camponês Epaminondas de Oliveira e do deputado Rubens Paiva e Stuart Angel são os destaques do documentário Em busca da verdade.

Da Contag

As violações dos direitos de indígenas e camponeses, as prisões arbitrárias, os exemplos de tortura, de violência sexual, mortes e ocultação de cadáveres fizeram parte dos abusos cometidos pelo Estado durante o período em que os militares estiveram no poder, entre 1964 e 1985.

O caso do camponês Epaminondas de Oliveira, assassinado em 1971, e os casos do deputado Rubens Paiva e do militante Stuart Angel, desaparecidos também em 71, são os destaques do documentário Em busca da verdade, que estreia na TV Senado no sábado (27) às 21h30, como parte da comemoração do Dia Internacional de Luta Contra a Tortura, marcado na data 26 de junho.

O primeiro episódio do documentário apresenta as principais revelações feitas pela Comissão Nacional e pelas Comissões Estaduais da Verdade. Essas investigações mostraram como funcionou a estrutura de repressão no país, como a tortura foi institucionalizada dentro dessa política de Estado comandada pelos presidentes militares e como empresas públicas e privadas financiaram o regime militar brasileiro.

Ao longo do programa diversos casos de violação de direitos humanos são relatados pelas vítimas e também por agentes da repressão. Além de reunir um extenso material produzido pelas Comissões, Em Busca da Verdade traz entrevistas de ex-presos políticos, senadores, especialistas, consultores e membros das Comissões que fazem uma reflexão do nosso passado recente e da herança que a ditadura militar deixou para a sociedade brasileira.

A TV Senado exibirá ainda a segunda parte do documentário em sua grade de programação e no Canal da TV Senado no Youtube em agosto. O segundo episódio mostra a relação entre o regime brasileiro e outras ditaduras, como a da China e dos países latino-americanos. Em busca da verdade será lançado em audiência pública da Comissão de Direitos Humanos, na quinta-feira (25).


Postar um comentário