3 de jun de 2015

Stephen Hawking se define como socialista

Stephen Hawking se define como ateu e socialista

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O cientista Stephen Hawking declarou recentemente que "Deus não existe" e se definiu  como ateu, declarou ainda que a ciência não reconhece os milagres 

Ao ser questionado por um jornal espanhol se Stephen se considerava agnóstico ou ateu, o cientista foi taxativo em sua resposta: "no passado, antes de entendermos a ciência, era lógico acreditar que Deus criou o universo. Mas agora a ciência oferece uma explicação mais convincente. O que eu quis dizer quando afirmei que iríamos conhecer "a mente de Deus", era que iríamos entender tudo o que Deus seria capaz de entender se por acaso existisse. Mas Deus não existe. Eu sou um ateu. A religião acredita em milagres, mas estes não são aceitos pela ciência ".

Se a sua conexão com o mundo abstrato da física teórica é milagroso, é igualmente a sua preocupação com as questões sociais, com o que se pode fazer para melhorar a vida dos menos favorecidos. 

Seu compromisso social e político é claramente percebido em algumas de suas declarações e, muitas vezes, até no seu silêncio. Ele é um ferrenho defensor da saúde pública e da necessidade de se investir em pesquisa científica, o cientista se define como ideologicamente socialista. "O futuro da humanidade e da vida na terra é muito incerto. Estamos correndo o risco de destruir a nós mesmos, com a nossa ganância e estupidez," disse ele ao jornal espanhol

com informações de elpais.com/cubadebate.cu
Postar um comentário