19 de ago de 2015

Globo mente, setor de serviços cresce

Telejornal da Globo diz que setor de serviços no país não cresceu

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O setor de serviços, em junho desse ano, cresceu 2,1%, em comparação com junho do ano passado. O índice também mostra um crescimento em comparação com abril e maio deste ano. 

As maiores taxas de crescimento no mês foram registradas nos serviços profissionais e administrativos, seguida de transportes, principalmente no aquaviário. Os estados com os maiores aumentos no setor foram Rondônia, Alagoas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. A taxa dos serviços acumulada no ano também está positiva: até junho, apresentava um crescimento de 2,3%. 

O movimento de passageiros nos aeroportos bateu recorde nos seis primeiros meses deste ano, foram mais de 107 milhões de embarques e desembarques entre os meses de janeiro e julho deste ano, o melhor resultado da série histórica. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o aumento foi 3,36%. A aviação regional foi destaque, com um crescimento de mais de 4%.

 Entre os aeroportos mais movimentados estão: Viracopos, em Campinas-São Paulo, Brasília e Cofins, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

Pessoas como a cabeleireira Valéria Ferreira da Silva fazem parte desse crescimento nos embarques e desembarques nos aeroportos. Valéria, que antes só viajava de ônibus, conta que agora tem a oportunidade de optar pelo avião por ser mais barato em alguns momentos e mais rápido. 

"No valor a diferença é muita pouca pelo cansaço, porque de avião você vai mais rápido, chega mais rápido, é mais confortável, e de ônibus é mais demorado, é perigoso e demora mais, e muitas vezes o valor não vale muito a pena", declarou a cabeleireira à reportagem da Voz do Brasil.

E o setor portuário brasileiro movimentou 479 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2015, isso representa um crescimento de 3% com relação ao mesmo período de 2014, incluindo portos marítimos e fluviais. Os dados são da Agência Nacional de Transportes Aquaviários. Santos, em São Paulo, manteve a liderança na movimentação, seguido por Itaguaí, no Rio de Janeiro, e Paranaguá, no Paraná.

As mercadorias mais movimentadas são: minério de ferro, combustíveis e óleos minerais. 

Com informações da EBC
Postar um comentário