17 de set de 2015

3º Festival Espetaculim

3º FESTIVAL ESPETACULIM- PEQUENOS ESPETÁCULOS DE GRANDE QUALIDADE
Com espetáculos do RS, DF e SP, o Festival  valoriza o palhaço, o mímico, o bonequeiro, o mágico, o malabarista, o músico e outros que desenvolvem pequenos espetáculos com no máximo 02 artistas 

De Brasília
Marcos Linhares
Para o Blog do Arretadinho - via e-mail

Neste sábado (19-09), a partir das 16h, a área externa do Museu Nacional receberá a abertura do 3º FESTIVAL ESPETACULIM – PEQUENOS ESPETÁCULOS DE GRANDE QUALIDADE, com a Cia. Circo Navegador (SP)com o espetáculo CIRQUIM DO SERAFIM. Depois, às 17h, será a vez de “O Magicontador” (RS) com o espetáculo COMO NUM LIVRO ABERTO, e finalizando a programação a “Cia. Voar Teatro de Bonecos” (DF) com o espetáculo JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO. Tudo Gratuito e com Censura Livre.  Depois o Festival seguirá para outras regiões administrativas do DF: a Estrutural, o Recanto das Emas, Santa Maria, o Itapoã e o Varjão. O Espetaculim visa reunir em um festival, a diversidade cultural dos pequenos espetáculos com artistas de diferentes linguagens, participantes locais e nacionais, selecionados por uma curadoria. Os selecionados trarão a Brasília, trabalhos de qualidade que despertem grande interesse por parte do público.

Para o coordenador do Festival, Marco Augusto Rezende, o Espetaculim “valoriza as especialidades dentro do vasto campo das artes, o palhaço, o mímico, o bonequeiro, o mágico, o malabarista, o músico e outros profissionais que desenvolvem pequenos espetáculos com no máximo 02 artistas de técnica apurada e grande qualidade, cada um com sua característica e tradição”, explica.
foto Mônica Santiago

Ainda segundo o coordenador, a proposta é reunir a diversidade em um só festival com trabalhos que percorrem variadas técnicas, formando uma multiplicidade de linguagens que resultam em espetáculos de alta qualidade dirigidos aos públicos adulto e infantil. Todas as apresentações serão pequenos palcos e com entrada franca, possibilitando cultura, lazer e diversão ao seguimento da sociedade caracterizado pela baixa renda e pelo pequeno acesso a atividade lúdico-culturais.

Espetáculos

CIRQUIM DO SERAFIM – Cia. Circo Navegador (SP) - Os palhaços recebem a plateia com muita música, ao relembrar a tradicional “charanga” (banda de circo), anunciando a chegada do circo em forma de parada Os palhaços aguardam o dono do circo que não aparece no dia do pagamento. Esfomeados e sem dinheiro, trapaceiam uns aos outros em busca de passar o tempo e enganar a fome. Os adultos e crianças se encantam com as trapalhadas clássicas e a espontaneidade dos personagens.

foto Bathista Freire
COMO NUM LIVRO ABERTO – UM ESPETÁCULO MÁGICO DE ERIC CHARTIOT -O Magicontador” (RS)- Joãozinho é um menino que só gosta de assistir televisão... Certa noite, ele é surpreendido por um choro vindo de uma mala esquecida num canto de seu quarto. Joãozinho, “Cabeça de vento” como é chamado, descobre dentro deste baú um livro que anda triste, pois ninguém se interessa em lê-lo. Tentando ajudar este novo amigo, o menino começa a descobrir que, quando a gente abre um livro, coisas mágicas podem acontecer.Este espetáculo destinado a crianças de 5 a 12 anos, apresenta a importância da leitura de maneira muito diferente. O livro - objeto mágico - é mostrado de forma lúdica e instiga as crianças ao hábito da leitura, incentivando de forma sadia o universo da imaginação. Ilustrada por números de ilusionismo a história se torna muito atrativa para as crianças que redescobrem ou passam a entender que, quando um livro é aberto, coisas mágicas podem acontecer. Esta peça que vem fazendo sucesso há mais de dez anos, foi criada por David Medina da Silva e Eric Chartiot e publicada sob o título “A Melhor Mágica do Mundo” (já na sua 7ª edição). O espetáculo foi apresentado em inúmeras feiras do livro do Estado do Rio Grande do Sul, do Brasil e da América Latina (Todos os países da América Central assim como Uruguai, Bolívia e Equador). Escolhido em 2015 pelo Sesc-SC para participar do projeto “Baú de Histórias” durante o qual serão realizada 60 apresentações em 30 cidades catarinenses.

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO - Cia. Voar Teatro de Bonecos” (DF)- Um espetáculo solo de Marco Augusto que dá vida a todos os personagens da história de João, um menino movido pela curiosidade, fantasia e astúcia de toda criança, vence o gigante e acaba com  a fome e a aridez do lugar onde mora, mudado o seu destino e de sua família. Um conto popular rico em simbolismo, uma aventura fantástica e de elementos mágicos, a semente que brota até o céu, a galinha dos ovos de ouro, o terrível gigante, a harpa encantada, tudo isso encenado com o encanto do teatro de bonecos.

SERVIÇO:

3º FESTIVAL ESPETACULIM – PEQUENOS ESPETÁCULOS DE GRANDE QUALIDADE

sábado (19-09), a partir das 16h, na área externa do Museu Nacional

16h-CIRQUIM DO SERAFIM – Cia. Circo Navegador (SP)

17h- COMO NUM LIVRO ABERTO – UM ESPETÁCULO MÁGICO DE ERIC CHARTIOT -O Magicontador” (RS)

18h- JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO - Cia. Voar Teatro de Bonecos” (DF)

Censura Livre –Gratuito

Informações: (61)  9901-3822

Assessoria de Imprensa:

Marcos Linhares – 61 8405 -8290

Vitor Ferns- 61 9200-7710
Postar um comentário