2 de set de 2015

Balança comercial acumula saldo positivo de US$ 7,3 bi

Ganho com exportações cresce pelo 4º mês consecutivo após
 superávit de US$ 2,7 bi, no melhor agosto desde 2012
Ganho com exportações cresce pelo quarto mês consecutivo após superávit de US$ 2,7 bilhões; é o melhor agosto em três anos
O fluxo de comércio do Brasil com outros países gerou um superávit acumulado de US$ 7,297 bilhões entre janeiro e agosto deste ano. O mês de agosto, por sua vez, se tornou o melhor dos últimos três anos. Esse saldo positivo da balança comercial, que vem numa rota de crescimento desde maio, é o resultado da diferença entre as exportações totais de produtos brasileiros de US$ 128,3 bilhões, contra US$ 121,1 bilhões em importações.

Os números foram divulgados nesta terça-feira (1º) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Pelo quarto mês consecutivo, em agosto, as vendas externas superaram as importações em US$ 2,689 bilhões. Esse foi resultado do envio de produtos brasileiros a outros países, que atingiu US$ 15,5 bilhões em agosto, ante US$ 12,8 bilhões em importações.

A China foi o país que mais comprou produtos brasileiros, com participação de 19,95% do total de exportações, com US$ 25,494 bilhões.

Já os produtos industrializados lideraram o fluxo de exportação, atingindo participação de 50,4% (US$ 64,672 bilhões). No mesmo período de 2014, o Brasil havia exportado mais produtos básicos, aqueles com menor valor agregado.

O reflexo dessa mudança, com manufaturados ocupando mais peso do que os produtos básicos, foi verificado na venda de aviões pela Embraer. Entre janeiro e agosto, a empresa vendeu em termos de valor e quantidade. 

Já entre as importações, o destaque foram os bens de capital – as máquinas e equipamentos comprados pela indústria. As empresas importaram US$ 26,862 bilhões até agosto, atingindo participação de 22,2% do total trazidos do Exterior.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)
Postar um comentário