21 de out de 2015

Coisas que provam quem é mesmo de Brasília

Foto Joaquim Dantas
Confira a lista do BuzzFeed e veja se você se identifica


  • Dizer que “o céu é o mar de Brasília”. Há até uma proposta de tombamento do céu da cidade como patrimônio cultural.
  • Saber que os carros vão parar na faixa de pedestres quando alguém quiser atravessar. Sempre.
  • Achar normal umidade do ar em 10% ou, às vezes, até menos. Enquanto isso, em São Paulo, todo mundo fica desesperado quando o índice atinge 19%.
  • Chamar radar de velocidade de “pardal”.
  • Fazer rodinha de violão à noite perto da tocha na Esplanada dos ministérios.
  • Responder “pizza Dom Bosco” ou “pastel da Viçosa” quando perguntam qual é a comida típica da cidade.
  • Sair de casa de regata e bermuda, mas levar um casaco e um guarda-chuva no carro.
  • Encontrar lugares por setores e endereços que são coordenadas cartesianas, que parecem um mistério para quem não é de Brasília.
  • Chamar bicicleta de “magrela” ou “camelo”.
  • Apelidar ônibus de “baú” e achar a gíria muito melhor do que “busão”, como chamam em outras cidades.
  • Ouvir o tempo todo as perguntas “você conhece a Dilma? E o Lula?” E responder “Sim, jogo bola com ele todo final de semana”.
  • Falar o tempo todo “véi”, que é parecido com o “meu” de São Paulo. A entonação pode dar vários sentidos para a gíria.
  • Falar que algo ruim é “paia”.
  • Ver a cidade toda florida em setembro, época de florescimento dos Ipês.
  • Ir à feirinha da Torre de TV e saber que lá dá para comer um acarajé baiano, uma pamonha mineira ou tomar um tacacá paraense.
  • Ter sotaque difícil de identificar por pessoas de outras cidades, pois Brasília é feita de pessoas de diferentes regiões.
Postar um comentário