12 de jan de 2016

Leitor denuncia invasão de área pública por igreja no Gama

Paróquia Nossa Senhora Aparecida no Gama
Foto Altervir Batista
Templo da igreja católica ampliou a área pública que vinha ocupando, denuncia leitor
Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O governo Rollemberg, através da Agência de Fiscalização do DF, Agefiz, tem se mostrado intransigente com as pessoas que constroem casas em área pública irregularmente. Recentemente inúmeras casas de famílias de baixa renda foram colocadas abaixo pela Agefiz por não possuírem documentação que autorizasse as construções. Da mesma forma a agência tem sido implacável com vendedores ambulantes e quiosques.

Mas quando se trata de enfrentar as igrejas que invadem áreas públicas em todo o DF, o governo "pisa no freio". No Gama, por exemplo, o Parque Urbano e Vivencial abriga uma igreja evangélica, uma loja maçônica e um templo da igreja católica, que ao longo dos últimos 20 anos já aumentou em mais de 50% a área ocupada inicialmente.
Vista lateral do templo
Foto Altervis Batista

Agora é a Paróquia Nossa Senhora Aparecida que está sendo acusada por um leitor do Blog do Arretadinho, de aumentar a área que já vinha ocupando irregularmente, segundo ele. A igreja está localizada na Área Especial s/n Pç 1 - St. Oeste, próximo de um dos pontos mais conhecidos da cidade, o Castelinho.

No governo anterior estava previsto a construção de uma biblioteca no local, além do Clube Unidade de Vizinhança dos Moradores do Gama – Castelinho, que previa ser um ponto de encontro e lazer dos moradores da cidade.

A Lei  2.323/99, determina que a construção do Clube Vizinhança do Gama visa “desenvolver trabalhos comunitários, realizar atividades culturais, esportivas e lúdicas, promover a união e a convivência dos moradores gamenses e implementar programas de consolidação da cidadania e de incentivo à participação comunitária”.

Entretanto, a cada dia que passa esse sonho se distancia mais da população. Segundo o leitor que fez a denúncia ao Blog do Arretadinho, os responsáveis pela paróquia aumentaram substancialmente a área ocupada pela igreja, que agora detém parte da área destinada a construção do clube.

Tentamos contatos com os responsáveis pela paróquia por diversas vezes, mas não fomos atendidos.
Área inicialmente ocupada pela igreja
Foto www.apolo11.com
Fotos de satélite comprovam que, inicialmente, a igreja ocupava uma área bem menor que a atual. Está na hora do governo agir com a mesma rigidez com esses templos religiosos, que age com famílias de baixa renda e com vendedores ambulantes.

Tô pagando pra ver.

Postar um comentário