24 de set de 2016

Mostra Brasília do 49º Festival de Cinema tem exibições gratuitas

JOSÉ VARELLA/DIVULGAÇÃO
Troféu Câmara Legislativa será disputado por 12 filmes no Cine Brasília, no sábado (24) e no domingo (25)
O sábado (24) marca o primeiro dia da Mostra Brasília, no 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. A seleção é feita apenas para produções filmadas no Distrito Federal e será exibida no fim de semana, no Cine Brasília (106/107 Sul). Seis curtas-metragens e seis longas concorrem ao Troféu Câmara Legislativa, criado para fomentar o mercado cinematográfico da cidade.

A competição traz a primeira exibição de “A Repartição do Tempo”, estreia na direção de longas-metragens de Santiago Dellape. Os dois curtas dele, “Nada Consta” e “Ratão”, foram premiados no Festival de Brasília em edições anteriores. O longa trata de uma repartição pública na qual o chefe usa uma máquina do tempo para duplicar os funcionários e aumentar o rendimento da equipe.
As sessões são às 11h, 14h e 16h30, no sábado (24/9) e no domingo (25/9), com exibição de um curta seguido por um longa. Todas as entradas são gratuitas.

Os prêmios da mostra somam R$ 200 mil, divididos nas categorias melhor filme de longa-metragem (R$ 80 mil), curta (R$ 30 mil), direção (R$ 12 mil), ator (R$ 6 mil), atriz (R$ 6 mil), roteiro (R$ 6 mil), fotografia (R$ 6 mil), montagem (R$ 6 mil), direção de arte (R$ 6 mil), edição de som (R$ 6 mil), trilha sonora (R$ 6 mil) e, no júri popular, para melhor filme de longa (R$ 20 mil) e de curta-metragem (R$ 10 mil).

Os troféus serão entregues antes da premiação da mostra competitiva do festival, na terça-feira (27), em solenidade exclusiva para convidados.

Veja a programação completa:

Sábado (24/9)
11h – “Das Raízes às Pontas”, de Flora Egécia, 20min, 2015, DF (livre) – “A repartição do Tempo”, de Santiago Dellape, 100min, 2016, DF (14 anos)
14h – “Juraçu”, do Coletivo Broa de Milho, 12min, 2016, DF (14 anos) – “Estrutural”, de Webson Dias, 80min, 2016, DF (14 anos)
16h30 – “Vesti La Giubba”, de Johil Carvalho, 14min40, 2016, DF (12 anos) – “Cícero Dias – O Compadre de Picasso”, de Vladimir Carvalho, 79min, 2016, DF (livre – foto no alto da página)

Domingo (25/9)
11h – “O Luto”, de João Gabriel Caffarelli e Saulo Santos, 2min, 2015, DF (livre) – “#Era dos Gigantes”, de Maurício Costa, 122min, 2016, DF (livre)
14h – “A Festa dos Encantados”, de Masaroni Ohashy, 15min, 2016, DF (livre) – “Catadores de História”, de Tania Quaresma, 75min, 2016, DF (livre)
16h30 – “Rosinha”, de Gui Campos, 14min, 2016, DF (14 anos) – Cora Coralina – Todas as Vidas”, de Renato Barbieri, 74min, 2015, DF (livre – foto acima)

do Portal Metrópoles
Postar um comentário