28 de out de 2016

Mulher de motorista de Rollemberg é nomeada na Adm do Gama

Família unida: mulher do motorista de Rollemberg trabalha na Adm do Gama desde abril de 2016

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), posa de vítima desde que assumiu o principal assento do Palácio do Buriti. Seu discurso de que o governo não tem dinheiro para nada parece "um disco arranhado" de tão repetitivo que é. Mas os problemas do DF se amontoam a cada dia, enquanto nas administrações regionais, como a do Gama, a incompetência reina absoluta.

Paralelo a isso, coisas curiosas acontecem aqui e acolá, como o caso de Michelli Shimiti, que foi nomeada na Administração Regional do Gama, em 25 de abril deste ano. Ela é mulher de Leandro Paulo Rocha, motorista há cerca de oito anos do governador .

À primeira vista parece ser mais um caso de nepotismo, mas advogados consultados pelo Blog afirmam que não é, embora admitam que é um espécie de "nepotismo cruzado" ou, na "melhor das hipóteses", um caso clássico de favorecimento, caso ela tenha sido indicada a pedido do marido.

Aqui é que começa o embrolho, logo na primeiras horas da manhã desta sexta-feira (28), quando publiquei a matéria e em seguida a tirei do ar para averiguar mais apuradamente as informações recebidas sobre a nomeação de Michelli, após eu receber um telefonema de uma pessoa ligada ao governo.

Por telefone a pessoa me disse que Michelli já trabalhava no GDF antes de namorar Leandro e, por estar lotada em uma secretaria que se fundiu com outra, foi transferida para a Administração do Gama. Sugeriu ainda que a servidora poderia me processar por causa disso.

Ora, primeiramente Fora Temer! Em segundo lugar, vai me processar por que? Ela não trabalha na Adm do Gama? Eu afirmo aqui que foi indicação do marido dela? Claro que não.

Esta quase novela mexicana tem um pano de fundo, ou mais de um. Explico:

O governo Rollemberg não admite críticas, a prova disso são exonerações recentes de servidores indicados por quem hoje critica o governo e de servidores que protestaram recentemente contra o fechamento do pronto socorro infantil do Hospital do Gama.

Por WatsApp, a pesseoa que me telefonou pela manhã, disse que "Joaquim, e ela [Michelli] está sendo atacada pela Maria Antônia. A MA tá brava achando q foi ela [Michelli] q contou sobre os indicados do [Fulano de Tal] e das coisas erradas q ela [Maria Antônia] tá fazendo como administradora"

O que se tem como certo é que este governo não se entende nem entre eles mesmos, que intimida de todas as formas quem o critica e quem não o defende mas, como defender um governo indefensável?

Como defender um governo que deixa estudantes constrangidos nas roletas dos ônibus, porque o passe estudantil acaba antes do final do mês?

Como defender um governo que reduziu o valor do Cartão Material Escolar em mais da metade?

Como defender um governo que se recusa a pagar a pecúnia, da  licença-prêmio não gozada, das professoras e professores aposentados?

Em todos os níveis, em todos os aspectos, o que mais falta a este governo é ética.
Postar um comentário