1 de nov de 2016

Cético por Joaquim Dantas























Cético

Joaquim Dantas

O que é ser poeta,
é escrever o que se sente?
E o que sente a gente,
é aquilo que a gente faz?
Mas o que a gente faz,
é o que vivemos de repente,
ou é tudo aquilo
que queremos mais?
Não sou poeta
mas talvez eu seja um crente
do tipo incoerente
ou um insensato contumaz.
Acho que sou, quem sabe,
um prepotente,
um servente e nada mais....
Postar um comentário