18 de nov de 2016

Lago Paranoá está contaminado

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES
Lago Paranoá está contaminado e população não deve nadar nem pescar
Problema, responsável pela morte de peixes, é causado por cianobactérias e se concentra entre a foz do Riacho Fundo e o Pontão do Lago Sul

Está descoberta a causa da morte de peixes no Lago Paranoá: a água do reservatório está contaminada com cianobactérias. O anúncio foi feito pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) nesta quinta-feira (17/11). Por conta da situação, os órgãos pedem que a população evite o banho e a pesca na parte sul do Lago.

O problema se estende entre a foz do Riacho Fundo e o Pontão do Lago Sul e, além da morte dos peixes, causa uma mudança na cor da água, que passa a ser de um verde intenso. Os órgãos de controle ainda não sabem o que está causando a contaminação. Por isso, a restrição de acesso à água permanece até que se volte a ter condições normais de segurança.

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) afirma que a Estação de Tratamento de Esgoto Sul, a mais próxima da região onde ocorre o florescimento das cianobactérias, funciona sem problemas. Técnicos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) também farão a checagem das galerias de águas pluviais que desaguam no trecho.
EDITORIA DE ARTE/METRÓPOLES

do Portal Metrópoles
Postar um comentário