18 de nov de 2016

"Querem me matar", grita Garotinho ao ser transferido do hospital à cadeia

Foto Wilsom Júnior/Estadão
Garotinho deixa hospital e é transferido para a penitenciária de Bangu
Visivelmente alterado, o ex-governador do Rio de Janeiro foi levado para o complexo prisional de ambulância

Aos berros e muito nervoso, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) deixou o Hospital Municipal Souza Aguiar e foi levado para o complexo prisional de Bangu. A transferência ocorreu na noite desta quinta-feira (17/11). As informações são do jornal O Globo.

Segundo a reportagem, Garotinho reclamava com os policiais e estava visivelmente alterado. “Vocês estão de sacanagem. Querem me matar, porra!”, gritava o ex-governador. Ele alegava que corria risco de morte porque teria sido o responsável pela prisão de grandes traficantes que estão em Bangu.

Confira imagens da GloboNews, que mostram o momento em que Garotinho entra na ambulância:


A determinação da transferência foi do juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100.º Zona Eleitoral do Rio de Janeiro, em Campos dos Goytacazes, no norte do estado. O magistrado já havia emitido a ordem de prisão preventiva contra o político, acusado de compra de votos.

O ex-governador também alegou problemas de saúde. “Eu sou um enfartado. Vocês me respeitem. Me solta!”, bradou Garotinho.

Garotinho foi para o hospital por alegar fortes dores no peito. De acordo com informações da reportagem de O Globo, o político seria submetido a um cateterismo na próxima segunda-feira (21/11). O exame foi marcado no Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, no Humaitá.

do Portal Metrópoles
Postar um comentário