29 de dez de 2016

Buriti descredencia sindicatos

Foto Joaquim Dantas/Arquivo
Foto Joaquim Dantas/Arquivo
Buriti descredencia sindicatos e deve gerar dor de cabeça aos servidores e entidades

Por Elton Santos no guardiandf.com.br

Seis sindicatos tiveram uma notícia bem ruim para o final de ano. No Diário Oficial desta segunda-feira, 26, o governo publicou o descredenciamento das entidades, o que pode gerar consequências financeiras para elas, já que o governo não repassará recursos federais (veja o DODF na página 213). Também não poderá consignar descontos nas folhas de novos sindicalizados. A medida vale a partir da folha de pagamento de fevereiro de 2017.

Os descredenciados foram:


  • Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Servidores de Saúde do DF – SindSaúde
  • Sindicato dos Trabalhadores em Escolas Públicas no Distrito Federal – SAE/DF
  • Sindicato dos Analistas e Técnicos de Finanças e Cont do DF
  • Sindicato dos Técnicos e Auxiliares em Radiologia do Distrito Federal – Sintar/DF
  • Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do DF – SindMetrô/DF
  • Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde Previdência e Assistência Social no Distrito Federal – SindPrev/DF


Ajuda distrital
No último dia de sessão na Câmara Legislativa, os deputados distritais haviam aprovado o Projeto de Decreto Legislativo Nº 229/16, que susta os efeitos do Decreto Nº 28.195/07. 

Na prática é o seguinte: o Decreto Legislativo anulava outro criado pelo Buriti, obrigando associações e sindicatos a apresentarem certidões da esfera federal como determinante para que o governo mantivesse o código de funcionamento das entidades – o repasse de recursos federais e retidos na folha que vão para os sindicatos.

Os recursos descontados em folha e os repasses federais é o que ajudam a manter as atividades dos sindicatos, como o trabalho jurídico para os servidores.
Postar um comentário