27 de jan de 2017

O Gama pede socorro por Segurança Pública

Governador do DF e Adm do Gama ao fundo Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Governador do DF e Adm do Gama ao fundo
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Editorial

Sobre a onda de assaltos que assola a cidade do Gama

Por Joaquim Dantas

Desde a época da "Turma do Balão Mágico", que aterrorizou a cidade do Gama lá nos meados dos anos 70, que a população gamense não se sente tão desprotegida pelo Estado.

Já tem gente retomando o antigo slogam criado na época do "balão": "eu moro na lama mas não moro no Gama," por causa dos milhares de crimes cometidos pela gang.

No Gama só em 2016, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do DF, foram cometidos 1777 roubos a transeuntes, 366 furtos em veículos e 294 roubos de veículos. Nos dois últimos tipos de crime foram, praticamente, um por dia e no primeiro tipo, cinco por dia.

Estamos finalizando o primeiro mês de 2017 e a criminalidade só tem aumentado. Nesta quinta-feira (26) um homem em uma bicicleta tomou de assalto, por volta das 06h, os aparelhos celulares de três moça que estavam na parada de ônibus em frente ao SESI no setor Norte e só não concluiu o assalto porque um rapaz conseguiu imobilizar o assaltante e entregá-lo à polícia.

Desde o dia 9 deste mês que inúmeros moradores da quadra 1 do setor Norte relatam que um homem, trajando uma camisa preta e portando uma faca peixeira, tem assaltado várias pessoas na região, entre o Fórum do Gama e a Feira Permanente, sempre nos horários entre 21h e 00h.

Na mesma quadra 1 tem um determinado conjunto que é um ponto de tráfico e consumo de drogas às vistas de quem quiser ver mas, ao que parece, só Estado não sabe disso.

O medo que as pessoas estão sentindo chegou a tal ponto que muitos estudantes e trabalhadores estão portando aparelhos celulares de baixo valor para entregar aos bandidos na hora do assalto, outros estão escondendo dinheiro e documentos nas meias e só tiram quando chegam ao trabalho ou em casa, durante todo percurso portam apenas poucos reais na carteira, é o climax da impotência, vulnerabilidade e da desesperança.

Por sua vez, o governo cada dia mais omisso, se empenha em virar às costas à população e foca em banalidades como participar de inauguração de escola e faculdade particular, como fez nessa sexta-feira (27) a administradora do Gama (representante oficial do governador), que em entrevista à um portal da cidade agradeceu as pessoas que "acreditam no projeto do do Gama", oi? Que projeto? o de inaugurar escolas particulares e sucatear as escolas públicas como fez, entre outras, com a escola Casa Grande?

Governo irresponsável, mentiroso, cínico e desprovido de um miligrama de ética e moral!
Postar um comentário