10 de abr de 2015

Uma conversa em defesa do Gama

Professora Maria Antônia, Administradora Regional do Gama
Em entrevista, Maria Antônia fala do Conselho de Segurança do Gama e de seu carinho pela cidade

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Em uma conversa descontraída que durou mais de uma hora, a Administradora Regional do Gama, professora Maria Antônia, concedeu uma entrevista ao Blog do Arretadinho na manhã desta sexta-feira (10). Entre os assuntos abordados, ela falou de sua militância no Conselho de Segurança do Gama-DF, Conseg, e da eleição de Ítalo Miranda para presidente da entidade.

Grupo de patrulhamento
Procurei a professora para tratar de três assuntos de interesse da cidade. O primeiro deles foi sobre um grupo de pessoas que exercem uma espécie de patrulhamento nas redes sociais e que, ao identificarem alguma crítica à sua gestão, partem em sua defesa invariavelmente de forma hostil.

Iniciei a conversa dizendo que, embora eu tenha o entendimento que ideologicamente estejamos em campos opostos, é preciso reconhecer que ela tem uma história na cidade, que precisa ser respeitada e que ela é a administradora da cidade em que moramos, entretanto, esse grupo de pessoas dificulta até uma possível defesa da sua gestão ou a contribuição da comunidade com ideias e opiniões, porque a leitura que as pessoas fazem em relação a esse grupo, é a de que são estimulados por ela.

Maria Antônia afirmou que não estimula esses grupos tão pouco a postura hostil dessas pessoas, repudiou esse tipo de comportamento e disse que a administração está de portas abertas para receber a comunidade. Ela afirmou ainda que é uma pessoa simples, embora seja vaidosa como toda mulher mineira, e que a sua gestão está voltada para atender as demandas da população.

Ela por ela mesmo
Católica praticante, a professora se diz fã de Nossa Senhora e costuma usar a frase "Maria, vai na frente" quando tem que enfrentar alguma situação adversa. Lembrou alguns momentos em que travou lutas para viabilizar melhorias para a cidade, como a da construção do Centro de Ensino Especial 1 do Gama, CEE 1, afirmando que chegou até a tomar café da Manhã com Ex-presidente Collor, para reivindicar a construção da escola.

A inspiração para a construção do CEE 1 surgiu após ter conhecido um garoto, já falecido, que ela adotou socialmente. Visivelmente emocionada contou que o menino não andava e vivia em uma situação extremamente difícil, devido a situação de carência da família, fato que a inspirou a buscar a construção da escola. Segundo ela, o garoto faleceu antes do centro ser construído, devido a gravidade de sua doença.

Conselho de Segurança do Gama
Questionada sobre a eleição do comerciante Ítalo Miranda recentemente, para a presidência do Conseg, e das notícias que circulam sobre uma possível ilegalidade na sua indicação, a administradora esclareceu que Ítalo é morador do Gama há 34 anos, empresário da cidade, professor de Jiu-Jitsu, membro do Conselho Comunitário do Setor Norte (CCSN) e que foi eleito por unanimidade pelos membros do Conseg.

Afirmou ainda que após ter ficado à frente do Conselho por 16 anos, ela teve que renunciar à presidência da entidade para assumir a gestão do Gama. Questionei porque o seu suplente ou o 1º Secretário não assumiram em seu lugar, como determina a legislação. A justificativa foi a de que as duas diretoras também foram nomeadas na administração do Gama e como as eleições só acontecerão em outubro próximo, se fez necessário convocar uma eleição extraordinária para preencher a vacância do cargo.

A Ex- presidenta do Conseg lembrou que os cargos de diretoria da entidade não são remunerados e todos os ocupantes são voluntários. 

O Conseg é formado por profissionais da segurança, como policiais militares, civis e bombeiros, além de profissionais liberais, representantes da sociedade organizada, tais como clubes de serviços, empresários, lideranças comunitárias e eclesiásticas e membros dos poderes constituídos e parte do projeto de implantação da Polícia Comunitária.

Na posse do novo presidente compareceram o Major William, Comandante Corpo de Bombeiros, Dr. Francisco, delegado da 20 DP; Major Florestan, Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar; Dr. João Santos, representando a Secretaria de Segurança Pública DF; Maria Antônia, administradora Regional do Gama-DF; José Neife Presidente do FeConseg; Cristina Maria, AGEFIS; José Geraldo, Venerável da Loja Maçônica do Gama; Barbara Camila, Esposa do Italo; representante de entidades de classe, Associação Maria da Conceição (Asmac); Lions Clube Gama; Rotary Clube Gama; Maçonaria Gama; entre outras autoridades e entidades de classe, comunidade moradores, familiares e visitantes.

Maria Antônia lembrou que quando esteve à frente da entidade, inúmeras vezes percorreu a cidade durante a madrugada para certificar-se de que o policiamento ostensivo estava sendo feito e quando não via policiais nas ruas, comunicava o fato ao comandante local que, não raramente, resolvia o problema. Ela disse ainda que, por ser um trabalho voluntário, poucas pessoas se interessam em integrar o Conseg e que o atual presidente vem demonstrando muito interesse em colaborar com a questão da Segurança Pública do Gama, além de se tratar de um jovem e que o envolvimento da juventude é muito importante.

II Sarau do Trabalhador do Gama
Convidei a administradora para participar, no próximo dia 1º de maio, da segunda versão do Sarau do Trabalhador, promovido pelo Blog do Arretadinho, que será realizado na Feira Permanente da cidade e que uma parceria com a administração seria bem vinda. Ela pediu à sua assessoria que agendasse duas tendas para o dia, que providenciaria urbanização do local e que faria o possível para disponibilizar quatro banheiros químicos para o evento.

Finalmente, tivemos o entendimento de que todas as questões que digam respeito ao Gama, devem ser defendidas pela comunidade junto ao gestor público, preferencialmente, em conversas como a de hoje.

com informações da página da administração no Facebook
Postar um comentário