13 de jun de 2015

Incêndio na Escola Classe 12 do Gama

Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
Bombeiros apagam um incêndio na Escola Classe 12 do Gama

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado no final da tarde deste sábado (13), para debelar um incêndio na calçada da Escola Classe 12 do Gama. Populares acionaram os Bombeiros porque as chamas já estavam alcançando a rede elétrica da rua.

Segundo informações de pessoas que presenciaram o início do incêndio, um grupo de crianças, que participavam da festa junina que estava acontecendo no interior da escola, brincava do lado de fora jogando bombinhas em um amontoado de galhos secos, provocando o início das chamas.

Um morador de uma casa próxima à escola, solicitou ao Corpo de Bombeiros que podasse uma enorme e velha mangueira, que estava prestes a desabar sobre a rede elétrica, há três semanas. Além de não retirar aquela enorme quantidade de galhos da árvore podada, o morador colocou os galhos na calçada da escola.

Percebe-se claramente, neste fato, que quatro coisas poderiam ter sido feitas para que o incêndio não tivesse ocorrido: a primeira e mais óbvia é a que o morador deveria ter recolhido àqueles galhos e levado à um local apropriado que, por incrível que possa parecer, não existe no Gama uma área para abrigar entulhos e similares.

A segunda coisa que deveria ter sido feita é a que o Serviço de Limpeza Urbana poderia ter recolhido os galhos da calçada da escola, visto que estão expostos na rua há mais de três semanas. As terceira e quarta atitudes que deveriam ter sido tomadas diz respeito a pais, professores e alunos. Para começo de conversa a direção da escola poderia ter solicitado a retirada daquele material inflamável e os pais não deveriam permitir que crianças de 8 anos brincassem com fogos de artifício.

Os Bombeiros levaram cerca de 30 minutos para apagar totalmente o incêndio e informaram que ninguém ficou ferido.

Postar um comentário