15 de set de 2015

Jogos Mundiais Indígenas serão realizados em outubro

Deverão participar dos Jogos mais de 2 mil indígenas
Arquivo Blog do Arretadinho
Evento em Palmas, Tocantins, contará com representantes de etnias de 23 países. Programação terá festividades e debates
De 20 de outubro a 1º de novembro de 2015, em Palmas, no Tocantins, será realizada a primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. Durante 13 dias, indígenas de 23 países estarão reunidos para trocar experiências, debater políticas públicas, conhecer novas culturas e festejar esse momento de importância internacional.

Os Jogos têm como base o artigo 31 da Declaração da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os direitos indígenas, que estabelece a manutenção, controle, proteção e desenvolvimento de seu patrimônio. O evento recebeu elogios do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que parabenizou a presidenta Dilma Rousseff pela iniciativa de realizar o Mundial Indígena no Brasil.

Os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas foram lançados na sede da ONU, em Nova York, e no dia 23 de junho, em Brasília, com a presença da presidenta Dilma e de lideranças indígenas de várias partes do mundo. Os jogos foram idealizados pelos irmãos Marcos e Carlos Terena, da etnia Terena, de Mato Grosso. Eles foram responsáveis pelas 12 edições dos Jogos Indígenas. A primeira foi realizada em 1996 e contou com apoio do Ministério do Esporte.

O evento em Palmas já tem confirmada a participação de etnias de 10 países. A previsão é de 2.200 participantes. O Brasil estará representado por 24 etnias. Como foi estabelecido nas normas dos Jogos, cada nação tem direito a trazer uma delegação com 50 pessoas, mas esse número pode variar de acordo com as condições de cada país. A Guatemala, por exemplo, será representada por 25 integrantes da etnia Maya.

Da Argentina, virão os povos Mapuche, Tehuelche, Huarpe, Diaguita Calchaqui, Mocovi, Wichi, Qom, Mbya Guarani Tonocote, Kolla e Tapiete. Do Chile, participarão 50 representantes dos Mapuche, Likan Antay, Diaguita, Rapa Nui, Aymara e Selk Nam.

Da Colômbia virão membros das etnias Nasa, Mwak, Embeva, Huitoto, Esperara, Wayua, Pardos, Totoro, Kokonuko, Inga, Kamentsa, Wounam, Tikuna e Saliva.

O México será representado por indígenas Nahuas, Mixtecos, Tepehuanos, Huicholes ou Wirrarikas, Tarahumaras ou Raramuris, Purhepechas e Mayas.

Da Nova Zelândia chegarão 50 Maori, e, do Panamá, os povos Comarca Kuna Yala, Comarca Embera-wounaan e Comarca Ngabe-Buggle. Do Paraguai participará a etnia Pai tavyterã e outras a confirmar.

Da Rússia virão os Udege, Khanti, Mansi, Buryats, Evens, Dolgans, Tuvinians, Nanai, Abazins, Selkups. Os representantes do Uruguai serão da etnia Choñik, entre outras a confirmar.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Esporte
Postar um comentário