6 de nov de 2015

Alice Portugal condena a revogação do Estatuto do Desarmamento

Foto: Richard Silva/Liderança do PCdoB
A deputada comunista, Alice Portugal, condena a revogação do Estatuto do Desarmamento

De Brasília
Joaquim Danta
Para o Blog do Arretadinho

Desde que foi criado, o Estatuto do Desarmamento  já salvou 160 mil vidas em dez anos, entretanto, a Comissão Especial que analisa mudanças no Estatuto, aprovou a revogação da Lei no dia 27 do mês passado.

O relator do projeto que revoga o Estatuto, Laudivio Carvalho PMDB/MG, renomeou a lei como "Estatuto de Controle de Armas de Fogo". O testo do seu relatório devolve à população "os direitos sequestrados" com a lei de 2003 e vai evitar que os cidadãos sejam "reféns de delinquentes". Segundo Carvalho, a aprovação, por 19 votos a 8, significa "uma vitória do povo brasileiro". Organizações sociais e deputados contrários à mudança afirmam, no entanto, que os dados de segurança derrubam a opinião do relator. 

Com a revogação da lei fatos corriqueiros do cotidiano podem provocar o aumento de mortes por armas de fogo, como brigas no trânsito e desentendimentos provocados por consumo de bebidas alcoólicas, por exemplo.

A deputa Alice Portugal, PCdoB/BA, é uma das parlamentares contrárias à revogação do Estatuto e no vídeo abaixo ela explica porque é a favor que seja mantido o Estatuto do Desarmamento, confira:



com informações de Carta Capital
Postar um comentário