28 de jul de 2016

Maioria da população vê ilegalidade no processo de impeachment, diz Vanessa

Pedro França/Agência Senado
A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) afirmou que a maioria da população brasileira sabe que Dilma Rousseff foi afastada por ter perdido apoio parlamentar e não por ter cometido crime de responsabilidade.
Ela citou pesquisa Datafolha, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, na qual os entrevistados foram perguntados se consideravam legal ou não o processo de impeachment em curso.

— Vejam, 49% disseram achar que o processo é legal, o que significa que a maioria não pensa que o processo seja legal. E isso diante de uma ofensiva dos meios de comunicação, que só passam uma versão dos fatos — afirmou Vanessa.

Em discurso no Plenário nesta sexta-feira (22), a senadora disse estar surtindo efeito o esforço da minoria parlamentar contrária ao impeachment, que é apoiada pela ação de entidades sindicais, de intelectuais e artistas, em todo o país.

— Acho que esse trabalho, apesar de ser um trabalho pouco visível para a grande maioria da população, tem surtido muito efeito. Estamos aqui trabalhando contra esse golpe. Não é impeachment, porque não há crime, então é um golpe — frisou.

Para Vanessa, Dilma Rousseff deve voltar ao poder e promover a antecipação das eleições.

— A crise da democracia não tem outra forma de ser resolvida a não ser com a própria democracia — disse, ao defender a manifestação da população nas urnas.

da Agência Senado
Postar um comentário