8 de jan de 2017

A Bela e a "Fela"

"Duas atrizes globais da mesma época.
Por  Emanoel Messias

Sônia Braga, bela e esclarecida, preocupada com a democracia e as causas sociais; Regina Duarte, decadente, golpista assumida e garota-propaganda dos quadrilheiros tucanos.

Uma, depois de contracenar com atores hollywoodianos, tais como os saudosos Marcello Mastroiani, Raul Julia e Fernando Rey, Antonio Banderas, William Hurt (Oscar de melhor ator), Jennifer Lopez, Richard Dreyfuss, Charlie Sheen e outros

E, também, dirigida por Paul Mazursky, John Frankenheimer, Nicolas Roeg, Clint Eastwood, além de Robert Redford - o qual namorou, quando era o galã mais cobiçado pelo mulherio da sétima arte.
Sônia Braga foi a primeira brasileira a apresentar uma categoria no Oscar ao lado do astro Michael Douglas, em 1987.

"Em 2016, ela estrelou o filme 'Aquarius', do diretor Kleber Mendonça Filho. Por sua performance no filme, Braga foi indicada ao prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes.

Venceu os prêmios de atuação feminina no Festival Biarritz Amérique Latine e no Festival de Cinema de Lima, no Peru.

Além desses, Braga foi eleita a melhor atriz pelos críticos de San Diego, desbancando atrizes como Emma Stone, Annette Bening e Natalie Portman".

A outra, a 'Apavoradinha do Brasil', que tinha medo do Lula ser Presidente do Brasil (depois veio à tona o boato que recebeu bufunfa dos tucanos para 'representar' o temor)...

Além de ser golpista descarada, propagandista da gangue tucana, 'indignada' com a corrupção (dos outros, dos picaretas patrões não), correr atrás de holofotes para estar em evidência, ajudar o demagogo Dória na 'limpeza'... é voz ativa de pecuaristas contra direitos indígenas...

Os índios guarani-kaiowá e guarani-ñhandeva de Arroio-Korá vivem em situação precária e improvisada em barracos de lona na beira de estradas e em reservas indígenas do Cone Sul de Mato Grosso do Sul."

(Por Emanoel Messias, que admira a democrata Sônia, a bela, e abomina a golpista Regina, a raivosa)
Postar um comentário