31 de jul de 2017

Cuidado com os testes no Facebook

Brincadeiras que viraram febre na rede social podem acabar com a sua privacidade, dizem especialistas
Se você gosta de descobrir em testes de Facebook o que fez em uma vida passada, qual cor combina com a sua personalidade e o que o seu rosto diz sobre a sua pessoa, saiba que você está correndo perigo.

Especialistas em segurança digital alertam que sites e aplicativos dos testes que viraram febre na internet podem passar a saber muito sobre você e até infectar o seu computador ou celular.

É que, antes de fazer qualquer teste, o usuário tem de permitir o acesso do serviço ao Facebook. É aí que mora o problema!

“Se for solicitado só o e-mail do usuário, o nível de risco é bastante baixo. Mas, se pedir para acessar posts, lista de contatos e fotos e realizar publicações em nome da pessoa, fica mais perigoso”, adverte o gerente de segurança da PSafe, Emilio Simoni.

A partir do momento que o acesso é dado, o dono daquele site ou aplicativo passa a ter em mãos todas as informações que o usuário concordou em liberar.

“O principal risco é que o serviço vai conseguir postar como se fosse o próprio usuário, entrar em contato com os amigos e gerenciar as fotos”, analisa Emilio. Uma baita falta de privacidade, né?

O pior de tudo, segundo o diretor de cibersegurança da Cypher, Wolmer Godoi, é que o usuário não sabe como as informações dele poderão ser usadas. “Em uma transação que você não sabe o que tá sendo negociado, provavelmente o produto é você. Não existe nada de graça”.

É perigoso colocar seus dados em uma plataforma cujos administradores são desconhecidos. “Tem risco de o aplicativo ser mal-intencionado e até deixar vírus no seu equipamento para ficar capturando coisas suas”.

O presidente da empresa de cibersegurança Eset, Camillo Di Jorge, pondera que não dá para cravar que todo teste de Facebook é fraudulento, mas diz que os transtornos podem ir além da rede social.

“Um dos perigos é que um grande número de usuários usa a mesma senha para diversos serviços. Quem desenvolve esses sites pode conseguir acesso e depois testar a senha em outros locais”.

Ele recomenda que, na dúvida, é melhor não fazer os testes. “Não vale a pena correr o risco de ter suas informações expostas e a privacidade comprometida”.

Como desativar
Se você já fez o teste e ficou preocupado, calma que dá para desfazer o estrago. É só ir nas configurações do Facebook e remover o acesso dos aplicativos que você não quer mais.

Postar um comentário