5 de jun de 2015

Feira no Vale do Anhangabaú celebra a cultura LGBT

A 15ª Feira Cultural LGBT reuniu nesta quinta-feira (4), em São Paulo, 80 expositores que desenvolveram ações sociais e divertiram o público com apresentações de música e de drag queens. A feira começou às 10h e segue até as 22h, no Vale do Anhangabaú, centro da capital paulista. A expectativa é que, até o final da noite, 100 mil pessoas passem pelo local.

Um grupo da Igreja Cristã Contemporânea, que é voltada para o público LGBT, fez uma apresentação de dança. “Nós não encaramos a homossexualidade como uma questão demoníaca. O que Deus olha é o nosso coração e não a orientação sexual. A Bíblia não condena a homossexualidade”, disse o pastor Fábio Inácio Canuto, de 35 anos.

Canuto e o seu companheiro são fundadores dessa igreja, que existe há nove anos e tem seis filiais no Rio de Janeiro, duas em São Paulo e uma em Belo Horizonte, totalizando 3 mil membros. A igreja celebra casamentos homoafetivos e também de pessoas divorciadas. “Nós abrimos o leque, porque acreditamos que, contra o amor, não existe lei. Nós celebramos o amor, que representa Deus. Deus é amor.”

A feira faz parte dos eventos que antecedem a 19ª Parada do Orgulho LGBT, que será no próximo domingo, na Avenida Paulista, às 11h. Neste ano, o tema será Eu Nasci Assim, Eu Cresci Assim, Vou Ser Sempre Assim: Respeitem­-Me!

A drag queen Nina Four destacou o caráter de reflexão que a feira traz. “Achei muito bacana quando mudou de Parada Gay para Parada LGBT, porque isso esclarece a questão homossexualidade, de transgênero, bissexualidade, e qualquer tipo de sexualidade que fuja do heteronormativo. A feira traz bastante isso, além de shows e diversão, traz esclarecimento e reflexão sobre todo o contexto da questão. Aqui é menos festa que a parada”, disse.

Durante a feira, equipes de saúde do projeto Cidadania Arco-Íris, da prefeitura, distribuíram preservativos, gel lubrificante, material educativo e orientações sobre doenças sexualmente transmissíveis.

da Agência Brasil
Postar um comentário