17 de jul de 2015

Mandela Day é celebrado em orfanato do Rio

Os funcionários de uma empresa farmacêutica sul-africana celebraram sexta-feira (17) o Dia internacional de Nelson Mandela, conhecido como Mandela Day e adotado pelas Nações Unidas em 2009, com atividades voluntárias em um orfanato da zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. 
O dia é comemorado anualmente com atividades em várias cidades do mundo e visa motivar indivíduos e organizações para  dedicarem as ações sociais a fim de melhorar a vida de populações carentes.

Os funcionários da farmacêutica Aspen Pharma foram voluntários nas atividades planejadas para as crianças no orfanato feminino Santa Rita de Cássia. Durante toda a manhã ocorreram diversas atividades de recreação na quadra poliesportiva do orfanato, além de barracas para alimentação das 72 meninas presentes no evento.

Além das atividades de hoje, a empresa distribuiu óculos para 27 crianças que apresentavam problemas de vista. As três edições anteriores tinham sido feitas na Cidade de Deus, zona oeste do Rio, mas Alexandre França, presidente da empresa no Brasil, explicou que a mudança de local se deu por conta da violência naquela área.

“Por razões de segurança decidimos sair um pouco de lá até as coisas acalmarem. O evento reúne muitas crianças, funcionários e simpatizantes que ficam em situações de risco neste cenário. Mas continuamos ajudando a associação da comunidade com doações e suportes para a sede,” disse.

Alexandre ressaltou que, oficialmente, o número de crianças inscritas no evento desse ano é maior do que nos anos anteriores. “Tem um pouco mais. Na Cidade de Deus girava em torno de 50, 60 crianças. Mas é importante dizer que lá, por ser uma região mais aberta, tinha esse número oficial, mas com aquela divulgação por parte das próprias crianças, chamando os colegas, fazia com que o número informal pudesse ser maior”.

O Mandela Day sempre é comemorado em 18 de julho, data de aniversário do líder sul-africano Nelson Mandela, morto em 2013, aos 95 anos. Mas, como nesse ano a data caiu em um sábado, o evento foi comemorado no dia de hoje.

Nelson Mandela esteve preso durante 27 anos por lutar contra o sistema de segregação racial oficial da África do Sul, o chamado “apartheid”, que cometia graves violações aos direitos humanos e discriminação contra negros, maioria da população sul-africana. Após sair da prisão, em 1990, e com o fim do “apartheid”, em 1994, Mandela foi eleito presidente da República e defendeu a reconciliação nacional.

Da Agência Brasil
Postar um comentário