17 de jul de 2015

Embraer bate novo recorde de encomendas

Foto divulgação Embraer
Embraer bate novo recorde e encomendas atingem R$ 87 bilhões
Mais de 100 jatos foram pedidos pela China, Estados Unidos e Brasil no segundo trimestre, somando um total de quase 2,4 mil encomendas

Por Márcio de Morais, da Agência PT de Notícias

Em pleno período de retração na economia internacional, a fabricante de aviões brasileira, Embraer, bate um novo recorde de negócios, com uma carteira de encomendas no valor de R$ 87,93 bilhões, no encerramento do segundo trimestre de 2015.

Ao final de junho, a Embraer tinha em carteira um total de 1.668 pedidos firmes e 721 em opções. As informações foram divulgadas em comunicado da empresa ao mercado, emitido na quarta-feira (15).

No trimestre anterior, de janeiro a março, a carteira de pedidos da fabricante nacional de aviões de treinamento e de passageiros, comerciais e executivos, somava R$ 63,85 bilhões.

O resultado avançou mais quase R$ 8,1 bilhões nos três meses seguintes – um crescimento de 12,7% em pedidos firmes, também conhecidos no segmento industrial como backlog (termo em inglês para “estoque de encomendas”).

Entre abril e junho, a Embraer fez a entrega de 60 aviões, dos quais 27 jatos comerciais (22 do modelo 175; três, do 190; e dois, do 195) e 33 de aviação executiva (26 jatos leves e sete grandes). Foram duas aeronaves a mais que no mesmo período do ano anterior (2014).

China e Estados Unidos – Os pedidos do segundo trimestre à Embraer atendem a companhias de aviação dos Estados Unidos e China, mas também da brasileira Azul Linhas Aéreas. A chinesa Guizhou Airlines encomendou sete E190, a americana SkyWest, oito E175 (para operação da Alaska Airlines); e a United Express, outros 10 E175; além de 15 unidades do modelo E190E2 e 10 do E195E2.

A Embraer havia anunciado, em maio, 22 pedidos da Tianjin Airlines, sendo 20 do modelo E195 e dois E190­E2, tornando-se a primeira chinesa a adquirir os E2. O contrato com a Azul, formalizado no mesmo período, também prevê a venda firme de 30 jatos E195­E2.
Postar um comentário