10 de ago de 2015

DFTrans responde sobre falta de ônibus no setor Sul

Após Assessoria de Comunicação informar que itinerários de ônibus estão normais, DFTrans confirma informação

Do Gama
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Moradores das quadras 13, 15 e 17 do setor Sul do Gama estão fazendo um abaixo-assinado pedindo que os ônibus da Viação Pioneira, que atende a cidade, voltem a circular no local. A Assessoria de Comunicação do Governo do Distrito Federal informou que os itinerários estão normais na região e o DFTrans ratificou a informação.

Entenda o caso
Desde que a linha Paradora do Expresso DF passou a circular pela cidade, deixou de atender aos moradores das três quadras do setor Sul, que só tinham a opção de embarcar nos ônibus que fazem a linha circular/integração, que os levavam até o terminal do BRT na entrada do Gama, onde o passageiro escolhe se embarca nos ônibus que fazem as linhas Expressa ou Paradora. Desde então os moradores da região reivindicam que os ônibus voltem a circular pelas três quadras do setor Sul.

Entrei em contato com a Viação Pioneira pelo número (61) 2106-9400 e fui atendido pela funcionária Sônia, que informou-me que a empresa não altera as rotas das linhas, as rotas só são alteradas por determinação do DFTrans.

Fato Novo
A internauta Malu Silva, moradora da região, informou que "as linhas A200, 217, 202, 215, 214 [que fazem o trajeto chamado de circular/integração e levam os passageiros até ao terminal do BRT] foram proibidas de descerem lá [nas quadras 13, 15 e 17 do setor Sul], segundo o fiscal que fica na rodoviária do Gama, pois 3 marginais atearam fogo em um ônibus no último dia 7 [leia aqui], daí ta todo mundo pagando o pato. Eles nunca gostaram de ir até essas quadras, daí tão usando isso como desculpa... Moro na 17". Disse a internauta através de mensagem por WatsApp. " Procuramos o fiscal e ele disse que ta proibido e ponto final. Não temos amparo de ninguém. Se acontecer de alguém ser assaltado, violentado etc ao ter que andar longa distância a noite, quero ver se a empresa ou o dito fiscal vai se responsabilizar". Concluiu Malu.

Resposta do GDF
Entrei em contato com o DFTrans pelo telefone (61) 3043-0401 e questionei o motivo da alteração da rota a atendente Patrícia, que me falou que não poderia responder e transferiu a ligação para a atendente Maria José, na Ouvidoria. A Maria, por sua vez, disse que esse assunto não era com ela e transferiu a ligação para o Peterson na Assessoria de Comunicação, que solicitou que eu enviasse um e-mail fazendo o questionamento por escrito.

Atendi a solicitação do Peterson com a seguinte mensagem eletrônica: "Prezados Srs
Sou jornalista e estou escrevendo uma matéria sobre a desativação da linha que contemplava as quadras 13, 15 e 17 do setor Sul do Gama. Para que eu possa divulgar os fatos com inteiro teor de verdade e com isenção, solicito que me informem os motivos que levaram o DFTrans a desativar a linha". 

A Assessoria de Comunicação respondeu que não consta que nenhuma linha  tenha sido desativada. passando o abacaxi para a Secretaria de Mobilidade. A resposta da Ascom foi ainda mais curiosa do que eu imaginava: "Joaquim, Todas as linhas que circulam pelo Gama estão ativas, e atualizadas no nosso site. Não houve nenhuma mudança de horários ou itinerários. A fiscalização no cumprimento das tabelas horárias é atribuição da Secretaria de Mobilidade, que nos lê em cópia. Ressaltamos a importância do usuário - ao detectar um descumprimento de horário - registrar uma reclamação na Ouvidoria do DF em www.ouvidoria.df.gov.br ou pelo telefone 162. Através da manifestação, a fiscalização pode atuar de forma mais efetiva".

As 18:24h desta segunda-feira (10) A Assessoria de Comunicação enviou-me outra mensagem eletrônica com o seguinte teor:

"Joaquim,
Segue a resposta:
O DFtrans informa que todas as linhas que circulam pelo Gama estão ativas e atualizadas no site do órgão. Não houve nenhuma mudança de horário ou itinerário.
A reclamação relatada foi encaminhada para a Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle (Sufisa) da Secretaria de Mobilidade para identificação, averiguação e providências devidas. Será realizada fiscalização e, caso se confirme o descumprimento de horários ou itinerários, a empresa será notificada e autuada.
Pedimos a gentileza que as reclamações e denúncias sejam encaminhadas à Ouvidoria Especializada de Mobilidade, que atende no telefone 162, ou pelo site www.ouvidoria.df.gov.br. Orientamos que sejam informados os dados que identifiquem os ônibus e o horário da ocorrência para melhor apuração do caso. Se o usuário já tiver se dirigido à ouvidoria antes, é importante que ele informe o protocolo das manifestações anteriores".

Segundo informações de moradores das quadras 13 e 15, vários pedidos já foram feitos ao DFTrans para que os ônibus voltem a circular por lá, sem que tenham recebido qualquer tipo de resposta.


Postar um comentário