10 de dez de 2015

Barraco na Corte: Katia Abreu joga vinho na cara de Serra

Após ouvir comentário sexista de tucano, Katia Abreu joga taça de vinho na cara de José Serra

De Brasília
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Esse José Serra não engana ninguém, além de ser um ser desprezível, sempre me pareceu ser um mau caráter. A confirmação dessa minha suspeita surgiu na noite desta quarta-feira (9), durante um jantar de fim de ano na casa do senador Eunício Oliveira, PMDB/CE.

Segundo a jornalista Mônica Bérgamo, a ministra participava de uma roda de conversa com alguns senadores quando, sem ser convidado, José Serra aproximou-se do grupo e fez um comentário sexista com a ministra, ainda segundo a jornalista, Serra teria dito: "Kátia, dizem por aí que você é muito namoradeira". 

O senador Renan Calheiros, PMDB/AL, que participava da conversa, tentou amenizar o comentário do tucano dizendo que ""Serra, a ministra se casou neste ano", mas não adiantou porque a ministra reagiu de pronto: "você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República",  e completou alfinetando ele afirmando que "e, de mais a mais, nunca traí ninguém na minha vida" teria dito ela.

Imediatamente a ministra teria jogado o vinho que estava na taça que segurava na cara de José Serra e disparou: "nunca lhe dei esse direito nem essa ousadia. Por favor, saia dessa roda, saia daqui imediatamente", teria dito visivelmente transtornada, enquanto Serra se afastava do grupo constrangido.

Em sua conta no Twitter a ministra afirmou que "toda mulher sabe o que um comentário desses significa" e completou dizendo que "Que ódio me deu". A ministra disse ainda que não tinha outra atitude a tomar e que o fato não tem nada a ver  com a posição favorável de José Serra pelo impeachment da presidenta Dilma, de quem a ministra é amiga pessoal.

"Imagina se vou brigar com colega por causa de bandeiras diferentes que cada um possa ter. E eu fiz campanha para o Serra [à Presidência em 2010], uma campanha derrotada, que sempre apoiei", completou a ministra na rede social.
Postar um comentário