25 de jul de 2015

Inauguração da Casa de Cultura Carlos Marighella

Luiz Felipe Vitelli, um dos organizadores da Casa Carlos Marighella
Foto Joaquim Dantas/Blog do Arretadinho
I Encontro Cultural de Mestre D'Armas marca a inauguração da Casa de Cultura Carlos Marighella em Planaltina/DF

De Planaltina/DF
Joaquim Dantas
Para o Blog do Arretadinho

Os moradores de Planaltina, no Distrito Federal, foram presenteados com o I Encontro Cultural de Mestre D'Armas, para marcar a inauguração da Casa de Cultura Carlos Marighella. Segundo um dos organizadores, o poeta e ativista cultural Luiz Felipe Vitelli o evento, que iniciou-se na noite desta sexta-feira (24), se estenderá até o domingo (26), com apresentações de inúmeros poetas músicos e diversas performances culturais. A Casa de Cultura Carlos Marighella está localizada no CED Ponpílio Marques de Souza, em Mestre D'Armas, Planaltina/DF.

Segundo os organizadores " a Comunidade do Condomínio Mestre D'Armas ao criar a Casa de Cultura Carlos Mariguella manifesta sua disposição em seguir firme na defesa dos elementares Direitos Humanos previstos na Constituição Federal, os quais tem na arte e cultura, em todas as suas linguagens e diversidade, sua síntese, simbolizadas na dignidade que todas as pessoas merecem ter.

A Casa de Cultura Carlos Marighella nasce da resistência cultural popular, que se dispõe a propagar seus valores, usando a arte e a cultura como combustível para a emancipação e libertação de nossos irmãos, filhos e filhas, principais vítimas da indústria cultural e da mídia, que de todas as formas tentam criminalizar  os mais pobres e os movimentos que ousam lutar pelo acesso aos serviços e bens públicos que, apesar de ser um direito, insistem em nos negar. Quantos dos nossos se perderam no caminho, sejam pegando atalhos ou sendo vítimas de alguma forma de violência, a maioria praticada pelo próprio Estado.
Carlos Marighella, baiano, poeta, deputado constituinte e dirigente revolucionário dedicou toda a sua vida na defesa dos direitos do povo brasileiro, não recuando, mesmo nos momentos em que lhe impuseram as piores dores, a opressão e a violência. Por isso, faremos com que a arte e a cultura sejam ferramentas para elevar nosso ânimo e espírito, forjando a solidariedade, unidade e disposição para transformar a comunidade, juntando a capacidade criativa e a disposição para propagar um tempo de cuidado e solidariedade na caminhada por um mundo mais justo e fraterno".

O encontro acontece à partir das 19h e neste sábado (25) receberá o rapper GOG.
Postar um comentário