29 de out de 2015

Jean Willys detona João Rodrigues

A resposta de Jean Wyllys às ofensas de João Rodrigues diante de um plenário lotado
Diante de um plenário lotado, João Rodrigues, aliado de Eduardo Cunha, fez um ataque furioso contra Jean Wyllys. A resposta do deputado do PSOL foi uma das coisas mais marcantes registradas no Congresso Nacional este ano


Um bate-boca com troca de ofensas entre os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e João Rodrigues (PSD-SC) paralisou por alguns minutos as votações desta quarta-feira (28) no plenário da Câmara. A discussão começou quando Rodrigues subiu à tribuna para criticar parlamentares que se opõem à revogação do Estatuto do Desarmamento.

O deputado de Santa Catarina sugeriu que parlamentares que são contra a flexibilização, como Jean Wyllys, “se postam como que se fossem verdadeiros defensores de bandido”.

Rodrigues lembrou que o deputado do PSOL foi eleito com a ajuda da exposição que teve no reality show Big Brother, da TV Globo, do qual foi o vencedor da edição 5, em 2005. “Pela sua história, ele não merece meu respeito e da maioria dos deputados”, afirmou o parlamentar catarinense.

“Posso até ser criticado pelas minhas posições, mas vindo do senhor é um elogio, porque um parlamentar que defende a liberação das drogas e o perdão para traficantes, um parlamentar que defende que o adolescente pode trocar de sexo sem autorização dos pais. Isso é não é deputado, é a escória da política desse País”, disse Rodrigues.

Resposta de Jean Wyllys
Pouco depois, Jean Wyllys tomou o microfone da Casa para dizer que não será intimidado por “ladrões” e “fascistas”. De acordo com Wyllys, Rodrigues é acusado de roubar dinheiro público e já foi condenado por improbidade administrativa.

“Homens decentes não assistem vídeo pornô em plena sessão plenária; homens decentes não são condenados por improbidade administrativa, por roubar dinheiro público como o deputado foi. Quem não tem moral para representar o povo, é ladrão”, disse o deputado e acrescentou: “resta saber se o vídeo que o senhor assistia era homossexual ou heterossexual”

O deputado do PSOL se referia ao flagra feito pela imprensa, em maio deste ano. Durante uma votação de propostas da reforma política na Casa, Rodrigues foi flagrado assistindo vídeo e vendo fotos pornôs.

Em postagem no Facebook, Jean Wyllys divulgou uma foto do deputado do PSD com a seguinte frase: “Bandido bom é bandido rico, com terno, gravata e gabinete”.

Sobre a foto, trechos de material do jornal Diário Catarinense. Em reportagem, a publicação informa que João foi denunciado pelo Ministério Público Federal por indícios de irregularidade no fornecimento da merenda escolar em Chapecó, no período entre 2007 e 2009, quando foi prefeito do município.


Postar um comentário